Paul Stanley anuncia inesperado projeto paralelo com banda de soul

Guitarrista e vocalista do Kiss assume apenas o microfone em experiência que promete resgatar a alma da música

Rolling Stone EUA Publicado em 06/08/2015, às 11h26 - Atualizado em 21/08/2015, às 12h52

“Hell or Hallelujah” e “Wall of Sound”, do disco novo, Monster, também foram cantadas
Thais Azevedo

O guitarrista e vocalista do Kiss, Paul Stanley, iniciará ainda em 2015 uma surpreendente investida como cantor de soul music. Seu novo projeto alternativo, o grupo Soul Station, que toca clássicos do gênero dos anos 1960 e 1970, fará o primeiro espetáculo em Los Angeles, no próximo 11 de setembro. “Eu não toco guitarra na banda e não tocaremos uma única canção do Kiss”, esclarece o artista em comunicado.

Monsters of Rock 2015: um Paul Stanley aquém da capacidade comanda o Kiss no encerramento do festival.

O Soul Station é formado por nove músicos de apoio, alguns deles com passagens pelas bandas de Christina Aguilera e Bobby Brown. O baterista, Eric Singer, também toca com Stanley no Kiss. Músicas como de nomes como The Stylistics ("You Are My Everything"), The Temptations ("Just My Imagination"), Smokey Robinson and The Miracles ("Ooo Baby Baby"), entre outros, fazem parte do repertório.

Acredite se quiser: dez artistas que amamos e que nunca chegaram ao topo da parada nos EUA.

“Estamos vivendo em um tempo de faixas pré-programadas e playback no lugar da eletricidade e da paixão do verdadeiro R&B ao vivo. Quando eu era menino, antes de ter visto The Who ou Led Zeppelin, eu vi Solomon Burke e Otis Redding. Eu vi Temptations e toda aquela música é parte da fundação da obra que eu fiz”, justifica o astro. “Soul Station é minha chance de celebrar isso por uma noite que é real, viva e que recria de forma fiel o som com o respeito que ele merece.”

Uma seleção das mais polêmicas, absurdas e ultrajantes autobiografias do rock.

Enquanto isso, o Kiss segue mais ativo do que nunca. Depois da aventura de Stanley, a banda fará uma série de apresentações na Austrália e na Nova Zelândia, em outubro. Em abril deste ano, eles estiveram no Brasil para shows em São Paulo, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre.