PC Siqueira é condenado a indenizar Eduardo Bolsonaro em R$ 20 mil por vídeos; entenda

Em tom jocoso, o youtuber teceu comentários e opiniões sobre a intimidade sexual do deputado

Redação Publicado em 14/08/2020, às 12h21 - Atualizado às 12h22

None
Montagem com PC Siqueira (Foto: Instagram / Reprodução) e Eduardo Bolsonaro (Foto: Band / Reprodução)

O juiz Leandro Borges de Figueiredo, da 8ª Vara Cível de Brasília, condenou PC Siqueira a indenizar o deputado Eduardo Bolsonaro(PSL-SP) em R$ 20 mil. A notícia foi dada pelo portal Uol.

+++ LEIA MAIS: Novo secretário de cultura, Mário Frias chama auxílio de R$ 600 de esmola: ‘Artista quer trabalhar’

Segundo o filho do presidente Jair Bolsonaro, dois vídeos publicados pelo youtuber no canal maspoxavida em fevereiro de 2019 - intitulados "O corno da vez é outro" e "O lado podre da família presidencial" - continham "comentários e opiniões expondo sua intimidade sexual".

Anteriormente, Figueiredo já havia determinado que PC Siqueira excluísse o conteúdo, mas afirma que as postagens "extrapolaram a crítica à atuação política e tocam direitos da personalidade" de Eduardo.

Na decisão, o juiz escreveu que, no caso, "de pronto se percebe a ofensividade dos vídeos, ultrapassando a mera narrativa ou crítica, ridicularizando o autor, não como político ou por sua atuação pública, mas por fatos que, verídicos ou não, fazem parte de sua intimidade, podendo causar danos a sua vida privada."

+++ LEIA MAIS: Haddad cita Breaking Bad ao chamar ex-advogado de Flávio Bolsonaro de ‘Frederik Better Call Saul Wassef’

Em sua defesa, PC Siqueira alegou que os vídeos publicados não teriam extrapolado os limites do razoável, pois o "tom jocoso não representa ofensa à honra e reputação do autor."

 


+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS