Pearl Jam faz covers de Aerosmith e Bob Dylan e toca com J Mascis, do Dinosaur Jr.

Quinteto homenageou Joe Perry no palco do Fenway Park, em Boston, nos Estados Unidos

Redação Publicado em 08/08/2016, às 13h11 - Atualizado às 13h30

Eddie Vedder durante show do Pearl Jam em São Paulo, no Estádio do Morumbi, em 2015

Ver Galeria
(2 imagens)

O Pearl Jam tocou no Fenway Park, na cidade norte-americana de Boston, na última sexta, 5, e domingo, 7. As apresentações contaram com setlists de mais de 30 músicas, diversas covers e homenagens a heróis locais.

“Essa foi para Joe Perry”, disse o vocalista Eddie Vedder à plateia, depois de tocar “Draw the Line”, single do Aerosmith de 1977, e homenagear o guitarrista da banda com a performance. O líder do Pearl Jam também afirmou que “estamos pensando em você”, referindo-se ao recente desmaio de Perry durante um show do Hollywood Vampires em Nova York.

LEIA TAMBÉM

Mike McCready explica performances de discos inteiros em shows do PJ

[Galeria] 15 músicas incríveis do PJ que só grandes fãs conhecem

Em abril, o PJ cancelou show em boicote a lei anti-LGBT

Além do Aerosmith, outra banda de Massachusetts foi lembrada: o Dinosaur Jr. (cujo novo disco, Give a Glimpse of What Yer Not, saiu na última sexta, 5). O Pearl Jam não chegou a tocar uma música dos ícones do rock alternativo, mas chamou o vocalista e guitarrista da banda, J Mascis, para participar de “Rockin’ in the Free World”, uma cover de Neil Young, que foi a penúltima faixa apresentada no domingo, 7.

Vedder e companhia também entregaram uma lista vasta de covers durante os shows do último fim de semana, sendo uma delas “Masters of War”, de Bob Dylan, que o Pearl Jam não tocava desde 2008. Houve também “Comfortably Numb”, do Pink Floyd, “I've Got a Feeling”, dos Beatles, “Baba O'Riley”, do The Who e “I Am a Patriot”, de Steven Van Zandt, entre outras.

Assista abaixo, respectivamente, às performances de “Draw the Line”, “Rockin’ in the Free World” e “Masters of War””.