Pedro Almodóvar incentiva ida aos cinemas: ‘Antídoto’

Segundo o cineasta espanhol, “nós dependemos da ficção”

Redação Publicado em 03/09/2020, às 15h30

None
Pedro Almodóvar (Foto: Joel Ryan/AP)

Após vários meses fechados devido à pandemia de coronavírus, cinemas de diversos países estão reabrindo as portas - e o cineasta espanhol Pedro Almodóvar incentivou a ida aos cinemas. As informações são do UOL

+++LEIA MAIS: Tom Cruise assiste a Tenet e conta experiência de voltar aos cinemas: ‘Amei’

Nesta quinta, 3 de setembro, durante entrevista coletiva no Festival de Veneza, Almodóvar disse: “As empresas descobriram que as pessoas podem trabalhar em casa e é mais barato. Eu me oporia a essa reclusão forçada com outra coisa, porque não gostaria que essa prisão continuasse no futuro. O antídoto é o cinema”.

Segundo a Variety, o cineasta acredita que os filmes podem servir de antídoto para os efeitos do isolamento: “O bloqueio nos obrigou a ficar em casa e acho que já provou muitas coisas para nós: provou até que ponto todos dependemos da ficção”.

+++LEIA MAIS: Diretor de Doutor Estranho pede para fãs não irem ao cinema assistir a Tenet

Além disso, Almodóvar acredita que plataformas de streaming não substituem as telonas: “Filmes são feitos para serem vistos por qualquer meio, mas como diretor e espectador, o fato de um filme meu ser exibido em um cinema, de eu poder ouvir a respiração dos espectadores, dá a sensação de quanto ele pode entusiasmar as pessoas”.

Assim, o cineasta convocou outras pessoas a voltarem a frequentar os cinemas: “Você tem que dizer às pessoas para irem aos cinemas e teatros, porque algumas coisas só serão descobertas no escuro por pessoas que não conhecemos”.

+++LEIA MAIS: Não existe cenário que ir ao cinema seja ‘seguro’, revelam cientistas

Durante a pandemia, Almodóvar filmou o curta The Human Voice, que estreia no Festival de Veneza.

+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO