Pulse

Percussionista do Slipknot é expulso da banda após processar outros integrantes

Para Chris Fehn, a distribuição dos lucros da banda não estava sendo feita de jeito justo

Redação Publicado em 18/03/2019, às 14h07

None
Chris Fehn, percussionista do Slipknot (Foto:Amy Harris/Invision/AP)

Na última semana, Chris Fehn, percussionista do Slipknot, abriu um processo contra os outros membros da banda. O motivo é porque o músico acredita que não estava recebendo uma parte justa do lucro da banda.

Diante da situação, o restante do grupo decidiu retirar Fehn da banda. Em seu site, o Slipknot lançou nesta segunda, 18, um comunicado oficial explicando o ocorrido.

“O foco do Slipknot é o sexto álbum, e a nossa turnê mundial que está chegando, a melhor até agora. O Chris sabe porque ele não é mais parte da banda”, escreveu a banda.

“Nós ficamos desapontados porque ele escolheu apontar o dedo e criar argumentos ao invés de fazer o que era necessário para continuar sendo parte do Slipknot. Nós preferiríamos que ele não tivesse escolhido esse caminho, mas evoluir sempre é algo necessário na vida. Longa vida ao Knot.”

Os argumentos de Chris é de que apenas uma empresa faz a parte financeira - de venda de discos, turnês e produtos da banda -, o que facilitaria a distribuição fraudulenta dos lucros. O processo veio após ele descobrir que os outros membros têm negócios vinculados à banda que ele não conhecia.

Algoritmo da Vida: novo projeto da Rolling Stone Brasil busca sintomas de depressão mas redes sociais para prevenção do suicídio: