Peta critica figurino usado por Beyoncé no show do intervalo do Super Bowl

A roupa, desenhada por Rubin Singer, foi feita a partir de pele cobras, iguanas e vacas

Redação Publicado em 06/02/2013, às 11h45 - Atualizado às 13h02

Beyoncé causou polêmica ao fazer o sinal que supostamente seria vinculado ao grupo secreto Illuminati
AP

Beyoncé está na mira do Peta (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais). A cantora foi duramente criticada pela organização por causa do figurino que usou em seu show no intervalo do Super Bowl, no último domingo, 3. A roupa, feita especialmente para ela pelo designer Rubin Singer, foi confeccionada a partir de pele cobras, iguanas e vacas. As informações são do New York Daily News.

Veja fotos das performances musicais do Super Bowl.

"Apostamos que se Beyoncé assistisse aos nossos vídeos, ela provavelmente não iria mais querer ser vista em algo feito a partir de cobras, lagartos ou outros animais que morreram dolorosamente”, disse o Peta em um comunicado. "A moda hoje em dia está tentando opções humanitárias e veganas e o look de Beyoncé no Super Bowl passou longe disso."

Rubin Singer buscou inspiração em sua próxima coleção de outono, chamada Valkyrie's Dominion. O conjunto com a jaqueta, collant e saia precisou de 200 horas para ser montado, segundo o site E! Online.

Essa é a segunda vez em menos de um mês que Beyoncé arranjou briga com a ONG. A performance dela na posse do presidente Barack Obama também gerou críticas, já que ela estava trajando um casaco de visom.