PETA reúne músicos contra pêlos animais em roupas

Super Furry Animals, Art Brut, Wombats e outros indies fazem campanha contra grife Burberry

Da redação Publicado em 06/11/2008, às 17h12

A ONG ambientalista PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) está fazendo uma campanha contra o uso de pelagens animais em roupas desenvolvidas pela marca Burberry. Artistas independentes como Super Furry Animals, The Wombats e Friendly Fire aderiram à campanha nesta quinta-feira.

Entre outros artistas que fazem parte estão integrantes do Art Brut e do The Rakes, grupo que inclusive chegou a pedir para o selo que lança seus álbuns, o V2, doar dinheiro para ações da PETA.

Em comunicado oficial divulgado nesta quinta pelo Wombats, o baterista Dan Haggis afirma: "não há desculpa para se fazer dinheiro com o sofrimento de animais. A Burberry precisa parar de apoiar esta indústria violenta".

Em setembro, a PETA organizou um protesto contra a Armani, chegando a chamar seu chefe, Giorgio Armani, de mentiroso. A grife italiana havia prometido parar de usar peles animais em suas roupas, mas quebrou o combinado com a ONG na semana de moda de Milão, no começo deste ano. Os ambientalistas também afirmaram que "a Armani financia a matança de coelhos na China".

A PETA publicou uma petição contra a Burberry na internet. Para assinar e fazer parte do protesto, clique aqui.