Pete Best revela detalhes da demissão dos Beatles: ‘De repente, eu virei anti-social e genioso’

Para o baterista, Paul McCartney, John Lennon e George Harrison poderiam ter sido mais gentis com ele

Redação Publicado em 24/01/2020, às 09h51

None
Pete Best no The Late Late Show (Foto: Reprodução / Twitter)

Pete Best, o baterista original dos Beatles, revelou que Paul McCartney, John LennonGeorge Harrison poderiam ter sido mais gentis com ele após ter sido expulso da banda. Em entrevista ao The Late Late Show, o músico falou sobre os detalhes sobre a demissão.

"Inicialmente, eu não era um baterista bom o suficiente, então, de repente, eu era 'anti-social', 'não falava', 'genioso', 'devagar'" [...] Vamos lá caras, me de um tempo. Vocês já me expulsaram da banda. Me deixem em paz, apenas me deixe seguir com minha própria vida", disse o ex-Beatle.

+++ LEIA MAIS: Paul McCartney revela o segredo do sucesso dos Beatles: ‘Não existem duas músicas iguais’

Best se juntou ao grupo três anos antes da beatlemania tomar conta do mundo, em 1960. O baterista fez cerca de 200 shows com o grupo, mas foi demitido após o produtor George Martin reclamar da performance dele.

O baterista também contou que, após todos os outros integrantes concordarem, o empresário Brian Epstein foi o escolhido para dar a notícia da expulsão para ele. Porém, quando foi chamado para a reunião, o músico esperava uma sessão de perguntas e não um anúncio de demissão.

"Eu pensava que seria uma sessão de perguntas [...] Eu entrei e Brian não estava normal, tranquilo, calmo e plácido. Ele estava muito agitado, e eu olhei para ele e disse: 'Whoa, alguma coisa cheira aqui...'".

+++ LEIA MAIS: Beatles, Pink Floyd e Bob Marley: os 10 discos de vinil mais vendidos da década de 2010 [LISTA]

O ex-Beatle contou que a pior parte foi saber que a substituição já tinha sido providenciada. Apesar das desavenças, Best disse que não se arrepende de ter feito parte do grupo e fica feliz em saber que tocou com a maior banda da indústria da música. 

"Eu não tenho arrependimentos. Foi uma experiência maravilhosa tocar com a maior banda do showbiz. Eu não quero pensar que nada vai superar isso. Eu estou orgulhoso da minha contribuição."

Assista ao trecho da entrevista de Pete Best para o The Late Late Show


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL