Pulse

Pete Doherty quer lutar contra Liam Gallagher e critica Arctic Monkeys

Em entrevista, o ex-Libertines aproveitou para resgatar rixas antigas

Redação Publicado em 30/05/2019, às 12h10

None
Pete Doherty, Liam Gallagher e Alex Turner (Fotos: Sipa USA/AP, Sipa/AP e Amy Harris/Invision/AP)

Pete Doherty, conhecido por ter fundado o The Libertines e o Babyshambles, mostrou que, além de ter lançado um disco (acompanhado por sua nova banda The Puta Madres) que poucos ficaram sabendo, está afim de causar polêmica.

O músico foi um dos convidados recentes do podcast Slacker, apresentado por Phil Taggart, e trouxe de volta à tona a rixa que tem há anos com Liam Gallagher, além de ter finalmente dado sua opinião sobre o Arctic Monkeys.

Em 2017, Drew McConnell, baixista do Babyshambles, deixou a banda para acompanhar o ex-Oasis nas apresentações ao vivo de sua carreira solo, e em 2005, Liam, assim como fez com incontáveis outros, já havia criticado Doherty e suas composições.

"A gente devia resolver isso em uma luta de boxe. Quem perder fica com o Drew", falou o ex-Libertines, talvez com o intuito de dizer que quem deveria ficar com o baixista fosse o vencedor.

"Ele precisa tomar um tapa", acrescentou. Curiosamente, ambos os músicos têm filhos com Lisa Moorish, vocalista da banda Kill City.

Sobre o Arctic Monkeys, Doherty explicou o simples motivo de ter evitado por um bom tempo contato com as composições dos conterrâneos que vieram a fazer sucesso 5 anos depois de sua própria ascensão. "Eu ouvi falar que eles eram bons, então não queria ouvir", contou.

E, sobre o vocalista Alex Turner, contou: "Acho que ele é um bom letrista não, é? Mas eu não gostaria de ter um relacionamento com ele. Nas músicas que já ouvi, ele realmente disseca esse assunto. Posso dizer com certeza que isso deixa muitas meninas por aí constrangidas".

+++ De Zeca Pagodinho a Kendrick Lamar, Djonga escolhe os melhores de todos os tempos