Peter Murphy sofre ataque cardíaco e adia shows da residência em Nova York

O cantor da banda Bauhaus foi levado às pressas ao hospital com falta de ar e "teve dois stents introduzidos em sua artéria coronária direita"

Kory Grow, Rolling Stone EUA Publicado em 15/08/2019, às 10h01

None
Peter Murphy. (Foto: AP)

Peter Murphy adiou uma sequência de datas de shows em Nova York após sofrer um ataque cardíaco. Na terça-feira, 13, à noite, o o líder da Bauhaus foi levado às pressa ao Lenox Hill Hospital com falta de ar e sem condições de realizar o show.

O cardiologista, Dr. Jason Song, confirmou na quarta, 14, que o cantor teve um ataque cardíaco. "O senhor Murphy foi encaminhado para o tratamento de infarto miocárdico", disse o médico.

"Ele teve dois stents introduzidos em sua artéria coronária direita e começou a tomar medicações para controlar sua condição cardíaca. Por causa das regulações do HIPAA, nós não podemos revelar mais detalhes de sua condição. Ele continua no hospital monitorando sua situação".

A família fez uma declaração agradecendo seus fãs pela compreensão da situação. "Nós gostaríamos de agradecer aos fãs por seu eterno apoio e esperança de que Peter voltará para o palco com um coração renovado e mais forte do que antes".

O cantor estava escalado para fazer mais quatro shows no Le Poisson Rouge, em Nova York, onde ele está fazendo performances completas de seus discos. O local disse que vai reagendar as datas e que quem comprou os ingressos podem trocar por novas datas ou pedir reembolso.

Não é a primeira vez que o artista foi impedido de fazer shows por causa da saúde. Em 2010, ele cancelou uma turnê de cem dias com a banda Dead Can Dance, por causa de problemas de saúde e em 2017, ele adiou sua residência em São Francisco depois de ter um problema com as cordas vocais.

LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019