Petição para volta de Chaves ao SBT tem 24 mil assinaturas; programa era exibido desde 1984

O lendário seriado de comédia deixou de ser exibido em toda a América Latina no último sábado, 1

Redação Publicado em 03/08/2020, às 07h58

None
Chaves (Foto: Divulgação)

Recentemente, o lendário programa de comédia Chavesdeixou de ser exibido em todas as emissoras da América Latina, incluindo o canal brasileiro SBT, segundo informações do Terra e Veja. Mas os espectadores não gostaram da novidade e criaram uma petição para poderem ver a série na televisão novamente.

No último sábado, 1, o programa foi retirado da grade horária dos canais latino-americanos. No dia seguinte, Florinda Meza, viúva do ator Roberto Bolaños, icônico intérprete de Chaves, confirmou a notícia nas redes sociais. 

Em uma postagem no Instagram, Florinda explicou que não foi convidada para uma reunião sobre a renovação do contrato de exibição do seriado. Além disso, ela lamentou como os empresários desvalorizam o programa e desrespeitam o público.

+++ LEIA MAIS: Dona Clotilde, a Bruxa do 71 de Chaves, lutou contra a ditadura e era ‘antifa’

“Além disso, vai contra seus próprios interesses comerciais, porque, neste momento, queremos ver tudo que nos faça lembrar de um mundo que foi melhor. ‘Chespirito’ já é um programa cultuado. É parte do DNA dos latinos, e que levamos em nossa memória genética. Pretender eliminá-lo do nada é uma medida pouco inteligente” 

 

Roberto Gómez Ferán, filho de Bolaños, escreveu no Twitter: "Embora estejamos tristes pela decisão, minha família e eu esperamos que Chespirito esteja em breve nas telas do mundo. Continuaremos insistindo e estou seguro de que conseguiremos".

+++ LEIA MAIS: Grupo humorístico transforma personagens de Chaves em assassinos; veja

Chavesera exibido pelo SBT desde 1984, segundo a Veja. Por um breve período de tempo, a série fez parte do catálogo da Amazon e do Multishow, mas, hoje, já não pode ser visto na televisão ou nas plataformas de streaming pela primeira vez em 36 anos.

Contudo, os fãs do menino que morava em um barril criaram uma petição, a qual já conta com mais de 24 mil assinaturas. Na descrição do requerimento online, o organizador afirma que houve “um impasse entre Televisa (dona dos direitos das fitas) e Grupo Chespirito (dona dos roteiros e dos direitos intelectuais)”.

“Com esse impasse, não teremos mais as séries em exibição em nenhum local pela primeira vez em 36 anos. Uma história de enorme sucesso interrompida por uma disputa de bastidores, em que o maior prejudicado é o fã,  limitado de poder acompanhar suas séries preferidas”, continuou a declaração. 

O organizador ainda relembrou que Chavescompleta 50 anos em 2021 e, por isso, é preciso preservar a memória do seriado, o qual marcou a infância de muitas gerações na América Latina. 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS