Pharrell Williams exige investigação da morte de primo baleado por policial

Donovon Lynch morreu em praia na Virgínia, nos Estados Unidos

Vitória Campos (sob supervisão de Camilla Millan) Publicado em 07/04/2021, às 17h10

None
Pharrell Williams (Foto: Mauricio Santana / Getty Images)

Pharrell Williams exige às autoridades federais dos Estados Unidos a investigação do caso do primo Donovon Lynch, morto a tiros por um policial no estado da Virgínia, EUA, em março de 2021. As informações são da NME

Lynch tinha apenas 25 anos e foi baleado por um policial no dia 26 de março em uma praia na Virgínia, durante uma série de três tiroteios no local. Outras duas pessoas morreram e oito ficaram feridas. 

+++ LEIA MAIS: Filha de 7 anos de George Floyd, Gianna fala sobre a morte do pai no julgamento de policial que o sufocou

Pharrell clamava por transparência, honestidade e justiça às autoridades, mas, agora, pede o envolvimento de investigadores federais no caso. 

O cantor passou o 48° aniversário no funeral do primo, e fez uma publicação no Instagram sobre o momento: “Este [aniversário] é simbólico e inédito, porque precisei falar no funeral do meu primo e fiquei emocionado […] Respeitosamente, estou pedindo uma investigação federal.”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pharrell Williams (@pharrell)

 

+++ LEIA MAIS: Travis Barker confirma participação de Pharrell Williams e Grimes no próximo disco do Blink-182

O caso gerou mais polêmica quando divulgaram a informação que o policial portava uma câmera fotográfica no momento, no entanto, sem maiores explicações do delegado, estava desligada. O oficial está em licença administrativa.   

+++ KONAI: 'ESTAMOS EM PRESSÃO CONSTANTE PARA SER O QUE NÃO É NOSSO NATURAL' | ENTREVISTA