Planet Hemp confirma gravação de DVD em julho, em São Paulo

Banda de Marcelo D2 e BNegão, atração do Lollapalooza Brasil 2013, ainda não tem o local do show, mas diz que a data já está marcada na agenda de todo o grupo

Pedro Antunes Publicado em 31/03/2013, às 19h48 - Atualizado às 20h01

Planet Hemp
Pedro Antunes

“Porra! É Pink Floyd ou Rolling Stone?” Brincando com a camiseta do repórter, Marcelo D2, BNegão e o Planet Hemp falaram com a Rolling Stone Brasil, horas antes da apresentação deles no Lollapalooza 2013, no palco Butantã, neste domingo, 31. O assunto é o ciclo que se encerra com a reunião da banda, iniciada em 2012. Nada estará completo, contudo, sem a gravação de um DVD ao vivo, garantiram os próprios integrantes.

Está na agenda de todos os integrantes: dia 12 de julho, o Planet Hemp grava um DVD ao vivo, em São Paulo. O local? “Ainda não sabemos”, diz D2. “Só sei que alguém marcou o dia 12 de julho como a gravação do DVD. Ainda estamos vendo quando isso vai ser”, completou.

“Seria classe se fizéssemos, sabe?”, interrompeu BNegão. Como no palco, a interação entre eles é total. Um completa a frase do outro, sem pestanejar. D2 segue a deixa: “Temos pouca coisa registrada do Planet, sacou? Temos algumas imagens, com a MTV, mas ainda é pouco".

A banda faz um próprio balanço desta reunião. Para eles, revisitar canções da década de 90, tanto tempo depois, fez com que eles tivessem uma outra percepção daquilo que foi feito. “Agora conseguimos analisar com a profundidade necessária”, diz BNegão. "O Planet foi importante para música brasileira. Foi uma coisa revolucionária, não só socialmente, mas musicalmente também. Não estamos falando só da parada da legalização da maconha, que hoje se tornou uma coisa gigante. O lance é que as coisas não ficam datadas”.

A banda fará uma apresentação no Lollapalooza de Chicago (como O Rappa, em 2012), em agosto. A barreira da língua, dizem eles, não será um problema. “Ninguém entende o que falamos aqui mesmo”, brinca D2. BNegão e os Seletores de Frequência e o próprio D2 já fizeram incursões em solo estrangeiro. “Não quero pensar muito nisso ainda”, brincou D2. “Tranquilo, né? A gente sai cantando?”, brincou D2 – como sempre.