Planet Hemp está “no processo natural de voltar a tocar” junto, diz Marcelo D2

“Resolvemos voltar de vez, fazer coisa nova”, comentou o rapper carioca em hangout na internet

Redação Publicado em 28/01/2016, às 18h20 - Atualizado em 30/01/2017, às 14h09

O Planet Hemp foi headliner do palco Butantã

Ver Galeria
(2 imagens)

O Planet Hemp está dando passos lentos em direção a um retorno definitivo. Em um hangout no YouTube, realizado ao vivo na tarde desta quinta-feira, 28, um dos integrantes da banda, Marcelo D2, disse que o Planet Hemp está “no processo natural de voltar a tocar” junto, reaprendendo músicas antigas e pensando em novo material.

Lembre como foi o show do Planet Hemp no João Rock 2015.

“Voltamos em 2012, fomos fazer a reunião na [premiação VMB, a primeira vez que o grupo tocou junto em uma década] MTV, em 2013 fizemos uma turnêzinha”, contou o rapper carioca, narrando a sucessão de eventos que marcaram o retorno da banda. “Em 2015 resolvemos voltar de vez – resolvemos fazer coisa nova.”

Marcelo D2 citou a faixa “Porcos Fardados”, do disco Usuário, de 1995, como uma das canções antigas que o grupo está reaprendendo a tocar. Ele, contudo, ponderou: “Pedem para eu não falar [sobre o Planet Hemp] porque as pessoas ficam enchendo o saco no Twitter: ‘E aí, já faz dois meses que você disse que ia voltar!’”

Lollapalooza 2013: Planet Hemp encerrou turnê em grande estilo no festival.

O rapper disse que o processo aconteceria “naturalmente” e repetiu diversas vezes a expressão “sem pressão”. “Queremos fazer alguma coisa – sem pressão – para lançar com o Planet Hemp”, disse ele, comentando que quer “produzir bastante” em 2016, e sugerindo que a banda “tem um DVD” para lançar.

Perguntado sobre como conciliar as agendas solo e com o Planet Hemp, D2 brincou: “Para quem tem quatro filhos, isso é mole. Quero ver é levar os filhos na ginástica, capoeira, escola”. “Os shows do Planet ajudaram os meus [shows solo], deram um gás novo”, acrescentou. “Estou muito feliz, lançando DVD, fazendo disco novo.”

Galeria: os dez melhores (ou mais constrangedores) momentos do VMB.

D2 está lançando o DVD Nada Pode Me Parar – Ao Vivo, que documenta a turnê do álbum Nada Pode Me Parar (2013). O registro em vídeo já estava pronto há dois anos, mas só agora chegará às lojas. “Teve que cortar muita música”, justificou ele, citando problemas com liberação de direitos para os samples. “E as que eu não quis cortar nós demoramos muito para liberar.”

Em dezembro do ano passado, D2 havia falado ao jornal O Globo sobre a volta do Planet Hemp. “Estamos até falando em música nova”, assumiu ele. “É difícil porque, hoje, aquelas letras me soam um pouco ingênuas. Continuo o mesmo moleque revoltado de 20 anos atrás, mas perdi a ingenuidade.”

“Tanto eu quanto o Bernardo [BNegão] mudamos a nossa maneira de escrever”, acrescentou ele na entrevista. “O que posso dizer é que não é mais uma reunião, é uma volta. Queremos fazer shows todos os anos.”

Lollapalooza 2013: lembre o que aconteceu no último dia do festival.

A reunião do Planet Hemp aconteceu em 2012, arrastando-se para shows no Lollapalooza de 2013, no João Rock de 2015, entre outros festivais. “Depois da turnê em 2012, a chama se acendeu de novo”, comentou D2, também a O Globo. Tanto D2 quanto BNegão mantêm as respectivas carreiras solo nos últimos anos.

Na formação, além da volta descartada de Black Alien – apesar de o convite por parte do grupo seguir de pé –, Nobru Pederneiras assume como novo guitarrista do Planet Hemp. Ele fica responsável pelos agudos e distorções na posição antes ocupada por Rafael Crespo e Jackson. O membro da formação original Formigão segue como baixista.