Plano original para Daryl de The Walking Dead era terrível: racismo, vício em drogas e mais

O personagem de Norman Reedus foi pensado para ser bem menos heroico no início

Redação Publicado em 04/05/2020, às 11h52

None
Norman Reedus como Daryl em The Walking Dead

Daryl Dixon é o personagem favorito da maioria dos fãs de The Walking Dead e Norman Reedus é atualmente o ator mais bem-pago da série. As armas, o estilo de motoqueiro e os ideais de sempre defender os inocentes colocaram o sobrevivente merecidamente em destaque, mas os planos originais para ele eram bem menos glamourosos. 

Segundo o site ScreenRant,Daryl foi pensado no início como alguém rancoroso, viciado em drogas e racista. Os conflitos dele com Rick por causa do irmão Merle seriam muito piores e os indícios podem ser vistos na primeira temporada.

+++LEIA MAIS: 4 melhores ‘porradarias’ de The Walking Dead: Socos, pontapés e mais

Logo ao começar a andar com o grupo, Daryl chama Glenn de "Chinaman" em um dos primeiros episódios que aparece. Ele não sabia que o colega era coreano e também não se recordava do nome dele. Mas, o próprio Reedusinsistiu que Daryl devia ter um desenvolvimento mais nobre.

Em entrevistas passadas ao site Cinemablend,Normas Reedus disse que não gostou da imagem estereotipada de um "caipira drogado" para Daryl e queria que ele se tornasse "alguém que as pessoas pudessem respeitar. Os sinais disso se mostraram quando o personagem se voltou contra o irmão, pois Merle havia se tornado cruel e maligno demais.

+++LEIA MAIS: Cena de The Walking Dead foi tão pesada nas HQs que foi cortada da série de TV

Graças a virada heroica, Daryl Dixon deixou de ser um personagem causador de conflito para virar um dos ícones de The Walking Dead e carregar a série praticamente sozinho, após os desfechos de Rick e Michonne.


+++ MINHA PLAYLIST.... FRANCISCO, EL HOMBRE | ROLLING STONE BRASIL