“Poderia continuar tocando por mais 100 anos”, diz Lars Ulrich, do Metallica

“Se braços, pernas... e todo o resto continuarem intactos, não há razão para não fazermos isso por bastante tempo”, comentou o baterista

Rolling Stone EUA Publicado em 30/08/2016, às 16h06 - Atualizado às 16h28

Lars Ulrich e James Hetfield tocam no festival de Reading (Inglaterra), em agosto, no qual o guitarrista repetiu várias vezes o movimento simbólico de tocar com o pé na bateria

Ver Galeria
(3 imagens)

O Metallica dará início uma extensa turnê no ano que vem para divulgar o novo LP, Hardwired ... To Self Destruct, e, se o baterista Lars Ulrich tem algo a dizer, é que a banda de heavy metal vai continuar tocando mesmo depois que ela acabar.

“A única coisa desconhecida é o elemento físico disso”, diz ele à Rolling Stone EUA. “Se braços, pernas, joelhos, ombros, gargantas, costas, pescoços e todo o resto continuarem intactos, não há motivo que vá nos impedir de fazer isso por bastante tempo.”

LEIA TAMBÉM

Ouça “Hardwired”, novo single do Metallica

Assista ao Metallica fazendo a estreia ao vivo de “Hardwired”

[Galeria] Lembre como foi o “dia do Metallica” no Rock in Rio 2015

Os quatro integrantes do grupo estão com 50 e poucos anos, boas duas décadas mais novos que os Rolling Stones. “Eu amo os Rolling Stones mais que quaisquer outras pessoas no mundo”, diz Ulrich. “Obviamente, o que fazemos, gosto de argumentar, exige um pouco mais fisicamente em termos da energia que aquilo demanda.”

Ele acrescentou: “Músicas como ‘Battery’, ‘Master of Puppets’ ou ‘One’ têm esta insana demanda de energia. Se você não consegue tocar com a entrega física que aquilo merece, é melhor não tocar do que tocar com metade do esforço. Essa é a única coisa desconhecida. Acho que, mentalmente, eu poderia fazer isso por mais 100 anos.”

Hardwired ... To Self Destruct, o vastamente aguardado décimo álbum de estúdio de Metallica, sai no dia 18 de novembro, com 12 faixas (veja capa e tracklist). O disco sucede Death Magnetic (2008), a parceria com o ex-líder do Velvet Underground, Lou Reed, em Lulu (2011), o filme em 3D Metallica Through the Never (2013), e a música inédita “Lords of Summer”, apresentada na turnê By Request (2014, que passou por São Paulo).

Tracklist de Hardwire... to Self Destruct

Disco um

1 - "Hardwired"

2 - "Atlas, Rise!"

3 - "Now That We’re Dead"

4 - "Moth Into Flame"

5 - "Am I Savage?"

6 - "Halo On Fire"

Disco dois

1 - "Confusion"

2 - "Dream No More"

3 - "ManUNkind"

4 - "Here Comes Revenge"

5 - "Murder One"

6 - "Spit Out The Bone"

Disco três (presente somente na edição Deluxe)

1 - "Lords Of Summer"

2 - "Riff Charge (Riff Origins)"

3 - "N.W.O.B.H.M. A.T.M. (Riff Origins)"

4 - "Tin Shot (Riff Origins)"

5 - "Plow (Riff Origins)"

6 - "Sawblade (Riff Origins)"

7 - "RIP (Riff Origins)"

8 - "Lima (Riff Origins)"

9 - "91 (Riff Origins)"

10 - "MTO (Riff Origins)"

11 -"RL72 (Riff Origins)"

12 -"Frankenstein (Riff Origins)"

13 - "CHI (Riff Origins)"

14 - "X Dust (Riff Origins)"