Depois de polêmica, Scooter Braun parabeniza Taylor Swift pelo novo disco, 'Lover'

Briga entre o produtor e Swift fez com que a cantora perdesse o direito pelos seus 6 primeiros álbuns

Redação Publicado em 23/08/2019, às 18h20

None
Taylor Swift (Foto: Chris Pizzello/AP)

Alguém está comprando briga, e não é a primeira vez. O empresário e produtor Scooter Braun, que comprou a antiga gravadora de Taylor Swift - Big Machine Label Group - parabenizou a artista pelo lançamento de seu novo disco, Lover.

Detalhe: a "pequena" compra de Braun fez com que a cantora perdesse o direito pelos seus seis primeiros álbuns. 

Em um post no Twitter, o produtor falou sobre dar apoio à cantora, assim como superar o passado: "Apesar do que foi dito, a verdade é que você não faz grandes apostas ao menos que você seja e sempre tenha sido uma pessoa que acredita."

Braun, empresário de Justin Bieber e Ariana Grande, continuou o tuíte, dizendo que ela fez um "álbum brilhante" e que "dar apoio é sempre a opção mais saudável."

+++LEIA MAIS: Quanto Justin Bieber, Ariana Grande e Beyoncé cobram por posts no Instagram?

Como você pode imaginar, o tuíte gerou uma polêmica gigante, com fãs de Swift e outros artistas como Brendon Urie, Sky Ferreira e Lily Allen mostrando apoio à cantora. 

Você não está entendendo nada? Espera aí que eu te explico. 

Ao comprar a gravadora em que Taylor Swift tinha assinado contrato para os seis primeiros discos, Braun fez com que a cantora perdesse o direito sobre seus álbuns. Isso aconteceu porque Swift, que tentava comprar suas canções da Big Machine, não conseguiu um acordo, e acabou mudando de gravadora. 

Assim, quando o produtor comprou a Big Machine, adquiriu todos os direitos sobre os álbuns da cantora, o que a deixou extremamente chateada, como foi explicado nas redes sociais de Swift

Segundo a cantora, antes disso, o produtor a teria ridicularizado e assediado diversas vezes quando ainda era seu empresário. A polêmica incluiu até Justin Bieber, assessorado por Braun, e Kanye West, que já teve o produtor como seu empresário. Swift disse que, juntamente com Braun, os artistas a importunavam e eram desrespeitosos. 

+++LEIA MAIS: Homem viaja 300 km para invadir a casa de Taylor Swift e é preso com ferramentas de roubo

Após a compra do produtor, Swift fez uma postagem no Tumblr falando sobre o "bullying manipulador e incessante" de Braun. A cantora também usou a música "1989" para evidenciar parte da letra que dizia sobre "as mentiras e sujeira, mentiras sujas do mundo," em um show do Amazon Prime Day.

Nesta semana, Swift revelou, em uma entrevista para a CBS, que pretende regravar seus primeiros álbuns.

Que climão, ein?

+++ De Djonga a Metallica: Scalene escolhe os melhores de todos os tempos