Pop Smoke, revelação do rap, é morto a tiros aos 20 anos

O rapper norte-americano foi baleado por homens mascarados que invadiram a casa em que ele estava hospedado

Redação Publicado em 19/02/2020, às 12h52

None
Pop Smoke (Foto:Griffin Lotz/Rolling Stone EUA)

Pop Smoke, rapper em ascensão no cenário mundial da música, foi morto a tiros na madrugada desta quarta, 19. A informação foi confirmada à Rolling Stone EUA por um porta-voz do Departamento de Polícia de Los Angeles.

Nascido Bashar Barakah Jackson e criado no Brooklyn, o músico tinha apenas 20 anos, e foi baleado por homens mascarados que invadiram a casa em que ele estava hospedado, na cidade californiana de LA.

Policiais atenderam a um chamado de emergência às 4:20 da manhã, e conseguiram levá-lo a um hospital local, mas o rapper foi declarado morto assim que chegaram.

Pop Smoke morreu alguns dias após o lançamento do disco Meet the Whoo 2, que chegou rapidamente ao Top 10 da Rolling Stone EUA. A transformação dele de artista desconhecido em revelação aconteceu ao longo de poucos meses.

Em abril do ano passado, ele lançou "Welcome to the Party", single responsável por alavancar a carreira dele, e descrito pela RS EUA como uma música "suja, triunfal, hipnótica e ainda assim ameaçadora". A faixa faz parte do aclamado álbum de estreia dele, intitulado Meet the Woo.

O rapper também ficou conhecido por ser dono de uma voz única e incomparavelmente grave e rouca.


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA