Por enquanto, terceiro dia do Rock in Rio tem o menor número de ocorrências policiais

Segundo o delegado responsável, 113 ocorrências foram registradas até as 23h05. Ingressos apreendidos com cambistas foram dados a quem havia comprado entradas falsas

Stella Rodrigues, do Rio de Janeiro Publicado em 25/09/2011, às 23h19 - Atualizado em 26/09/2011, às 00h11

Público do Coheed and Cambria, no terceiro dia de Rock in Rio
©Rock in Rio 2011 + Bruno de Lima/R2

A noite do heavy metal no Rock in Rio, no domingo, 25, é até o momento a que teve menos ocorrências policiais registradas na Cidade do Rock. Segundo o delegado responsável, Orlando Zaccone, foram 113 registros até as 23h05.

A maior parte é relacionada a furtos e extravios, mas também ocorreram três casos de compra de ingressos falsos, um de desacato, um de porte de droga (1 grama de cocaína) e dois cambistas detidos.

Por determinação do juiz Joaquim Domingos de Almeida Neto, titular do 9o Juizado Especial Criminal da Barra da Tijuca, as cinco entradas verdadeiras apreendidas com os cambistas foram entregues às vítimas que haviam adquirido as entradas falsas de vendedores não credenciados.

No dia anterior do evento, 190 ocorrências foram registradas; na sexta-feira, 23, a estreia do Rock in Rio, o número computado foi 120.