Por que Al Pacino reescreveu cena de tribunal em Justiça para Todos?

Diretor de Justiça para Todos relembrou fatídica vez em que Al Pacino apareceu com o roteiro reescrito

Isabela Guiduci Publicado em 16/06/2021, às 14h55

None
Al Pacino (Foto: Joel C Ryan / Invision / AP)

Al Pacino conta com uma carreira impecável na atuação, repleta de grandes títulos e histórias icônicas dos bastidores dos filmes. Como lembra o Cheat Sheet, ao pensar em "Pacino" e "tribunal", pensamos em Perfume de Mulher (1993). No entanto, o astro viveu um advogado em Justiça para Todos (1979) - e, inclusive, chegou a reescrever a principal cena.

 Justiça para Todos foi dirigido por Norman Jewison. E, para o roteiro, os responsáveis foram Barry Levinson e Valerie Curtin, que se basearam em casos reais de tribunais e entrevistas com profissionais do direito.

+++LEIA MAIS: Por que Keanu Reeves não quis fazer filme com Robert DeNiro e Al Pacino?

Apesar do cuidado para as cenas serem verdadeiras, há momentos que são mais fantasiosos, como quando Arthur Kirkland, de Al Pacino, proclama o cliente culpado perante o tribunal e grita com o juiz. Ao ler o roteiro, no entanto, o astro não concordou com o clímax por pensar que o momento não fosse realista.

Em entrevista à Director's Life, Jewison observa que o ator não considerou a cena realista e realmente reescreveu o diálogo dias antes da filmagem: "Fiquei chocado. Pacino veio até mim e disse que fez algumas mudanças e reescreveu totalmente a cena. E claro que era chato! Não funcionou."

+++LEIA MAIS: Por que Al Pacino e Ford Coppola quase foram demitidos de O Poderoso Chefão?

Por fim, o diretor convenceu Al Pacino a abandonar a reescrita e filmar a cena como os roteiristas originalmente propuseram. O astro concordou e seguiu o conselho do cineasta sobre enfatizar a teatralidade do momento.

+++LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre Gucci, filme de Ridley Scott com Robert De Niro, Lady Gaga e mais


+++ URIAS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL