Por que Alina perdoou Genya em Sombra e Ossos?

Alina sofre uma série de traições dolorosas de pessoas próximas

Redação Publicado em 03/05/2021, às 19h38

None
Genya e Alina em Sombra e Ossos (Foto: Reprodução)

[ATENÇÃO: O texto contém spoilers de Sombra e Ossos]

Sombra e Ossos, nova série de fantasia da Netflix, lançada no dia 23 de abril, acompanha a aventura de Alina Starkov (Jessie Mei Li) em descobrir os próprios poderes. Ao longo da primeira temporada, a protagonista sofre várias traições dolorosas, incluindo da grande amiga Genya Safin. No entanto, Alina parece genuinamente perdoar Genya - e o Screen Rant explicou o motivo. 

+++LEIA MAIS: Com tramas e personagens interessantes, Sombra e Ossos mergulha no universo potente da fantasia [REVIEW]

Ao chegar ao Pequeno Palácio para aprender mais sobre os poderes, Alina sentiu dificuldade em encontrar amizades verdadeiras. Contudo, conseguiu se identificar com Genya Safin (Daisy Head), conhecida por ser uma Alfaiate.

Logo, o público descobre que General Kirigan é o verdadeiro vilão e Genya trabalha para Darkling. Além de espionar Alina e impedir a comunicação com Mal, a Alfaiate também envenena pessoalmente o rei para beneficiar os planos do antagonista para Ravka e o mundo.

+++LEIA MAIS: 6 motivos para maratonar Sombra e Ossos, nova série de fantasia da Netflix [LISTA]

Segundo o Screen Rant, ao saber a verdade, Alina ficou compreensivelmente magoada e chocada. Apesar disso, rapidamente entende e até perdoa Genya. De acordo com o site, a principal razão é: a experiência de vida da protagonista proporcionou um grau significativo de empatia pelas motivações de Genya.

Como órfã, a personagem compreendia o fato de não ter pais e como era forte o sentimento de querer pertencer a alguém. Alina entende como é ser tratada como inferior, como Genya era por ser Grisha. Embora de alto status, a Alfaiate era vista como escárnio e o rei regularmente a estuprava.

+++LEIA MAIS: Amou Sombra e Ossos? Conheça 4 séries de fantasia baseadas em livros fascinantes [LISTA]

O Screen Rant aponta que, como tal, Alina poderia se identificar com o desespero e amargura de Genya, emergidos das vivências terríveis. Apesar de ela, com razão, não conseguir desculpar inteiramente as decisões e ações de Genya, Alina entende o raciocínio e, por isso, pôde perdoar rapidamente.

+++LEIA MAIS: Por que está tudo bem gostar do Darkling, de Sombra e Ossos?


+++ KONAI | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL