Por que a Disney gastou tanto em Mulan quanto em Bela e a Fera?

O filme teve um orçamento aproximado de US$ 200 milhões

Redação Publicado em 26/02/2020, às 17h48

None
Liu Yifei como Mulan. (Foto: Divulgação)

Mulan teve um orçamento de US$ 200 milhões - o mais caro dos recentes live-actions de ação da Disney. Além disso, é o primeiro filme dos estúdios com um elenco totalmente asiático e o primeiro a ser classificado como PG-13 - maiores de 13 anos devido às cenas de batalha.

+++ LEIA MAIS: Manifestantes de Hong Kong pedem boicote à nova versão de Mulan após atriz apoiar polícia local

Em comparação as outras produções da Disney, como A Bela e a Fera, Aladdin e Mogli - o Menino Lobo, os valores de orçamento não parecem tão incomuns: os três custaram US$170 milhões, ‎US$183 milhões e US$255 milhões, respectivamente.

Segundo a atriz Gong Li, que será a vilã do filme, revelou ao site chinês Weibo, os custos se devem aos efeitos visuais envolvidos na produção, necessários para trazer a vida personagens místicos da história. Além disso, existe o custo de uma grande batalha.

+++ LEIA MAIS: Elsa não é a primeira personagem LGBTQ+ da Disney, diz atriz de Frozen 2: "E Mulan? Ou Hércules?"

O diretor Niki Caro confirmou que será fiel ao conto clássico, e com apenas alguns elementos do desenho animado de 1998. O próprio já havia dito anteriormente em entrevista que o filme não seria um musical, como outros que o estúdio tem feito, e foca na maior parte do tempo na guerra épica chinesa.

A guerreira será interpretada por Liu Yifei - uma das atrizes mais populares da China. O elenco também inclui Donnie Yen, Jet Li, Gong Li, Jason Scott Lee, Yoson An, Utkarsh Ambudkar, Ron Yuan, Tzi Ma, Rosalind Chao, Cheng Pei-Pei, Nelson Lee e Chum Ehelepola.

+++LEIA MAIS: Por que live-action de Mulan vai ter restrição de idade (e outros filmes da Disney não)?

Mulan chega aos cinemas em 26 de março de 2020


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN