Por que Emma Watson evita tanto as redes sociais?

Atriz afirmou: 'A história da minha vida é de interesse público, por isso sou tão apaixonada por ter uma identidade privada'

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 19/05/2021, às 11h45

None
Emma Watson (Foto: Jason Merritt/Getty Images)

Mesmo conquistando diversos fãs e fama no mundo após estrelar os filmes da saga Harry Potter, Emma Watson sempre manteve a vida pessoal bastante discreta - e com frequência evita as redes sociais.

De acordo com o Cheat Sheet, a cada ano, a atriz continua comprometida em manter os detalhes pessoais da vida pessoal para si mesma. Por exemplo, Watson teve um hiato de nove meses nas redes social, no qual parecia aproveitar a vida fora da atenção e holofotes.

+++LEIA MAIS: Empresário garante que Emma Watson não se aposentou; entenda

"A história da minha vida é de interesse público, por isso sou tão apaixonada por ter uma identidade privada," compartilhou a artista em entrevista à Interview Magazine. "Quando entro em um personagem, as pessoas precisam ser capazes de suspender sua descrença e me divorciar daquela garota."

Segundo Emma Watson, a decisão de evitar os holofotes impacta na carreira de atriz: "Não ter todo mundo sabendo todos os detalhes íntimos da minha vida faz parte de uma tentativa de proteger minha capacidade de fazer bem o meu trabalho."

+++LEIA MAIS: 4 momentos icônicos de Emma Watson como Hermione em Harry Potter [LISTA]


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONT NEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL


+++MAIS SOBRE EMMA WATSON: Além de Harry Potter: 4 fatos sobre a atriz que mostram a importância dela no ativismo [LISTA]

Aos 10 anos, Emma Watson já ficou famosa ao atuar como Hermione Granger em Harry Potter e a Pedra Filosofal - e não parou por aí. A artista cresceu na franquia, assim como participou de diversas produções nos anos seguintes. Contudo, atualmente a importância de Watson transcende as telas de cinema.

Enquanto participava da franquia Harry Potter, a atriz conciliou a produção com a faculdade. Em 2014, Emma Watson conseguiu o diploma de bacharel em literatura inglesa - mas antes disso a estrela já protagonizava um grande papel no ativismo.

+++LEIA MAIS: Emma Watson espalha 2 mil cópias do livro Adoráveis Mulheres pelo mundo em campanha por leitura

Atualmente, Watson é um grande nome do feminismo e da igualdade de gênero. A artista participa do ONU Mulheres, e apoia o movimento Time’s Up (responsável por combater o assédio sexual mundialmente).

Além disso, a atriz e ativista se envolve em diversas causas, como moda sustentável, e é lembrada pelos importantes discursos em que fala sobre privilégio, feminismo interseccional e desigualdade.

+++ LEIA MAIS: Emma Watson não entendeu bem quando deram o papel de Hermione para ela: 'O que isso significa?'

Confira 4 fatos sobre Emma Watson que mostram a importância da atriz para além das telonas: 

Moda sustentável

Uma das causas na qual Watson se envolve é a moda sustentável. Em junho de 2020, a ativista se tornou Presidente do comitê de sustentabilidade do grupo de luxo Kering (que inclui Gucci, Saint Laurent, Balenciaga e outras grandes marcas). 

+++LEIA MAIS: Por que Emma Watson quase desistiu de Harry Potter?

Contudo, a relação com a moda e meio ambiente não é nova. Aos 20 anos, Watson foi a Bangladesh com a marca sustentável People Tree, e notou a triste situação de alguns trabalhadores da indústria da moda. Desde então, ela luta pela causa. 


Embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres

Em 2014, Emma Watson foi nomeada Embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres, dedicada à igualdade de gênero e ao empoderamento das mulheres. Segundo o site Harper's Bazaar, a artista também é uma das grandes personalidades a frente da campanha HeForShe, que busca a igualdade de gênero e defende que a luta é para todos, não apenas das mulheres. 

+++ LEIA MAIS: 4 vezes em que Hermione foi menosprezada em Harry Potter [LISTA]

Inclusive, no mesmo ano, a artista fez um discurso de lançamento da campanha que teve uma repercussão mundial: “Homens, queriam aproveitar esta oportunidade para estender seu convite formal. Igualdade de gênero é seu problema também. […] Nem sempre falamos sobre homens serem aprisionados por esteriótipos de gênero, mas posso ver que eles são e que quando forem livres, as coisas vão mudar para as mulheres como uma consequência natural.”

“Se os homens não precisarem ser agressivos para serem aceitos, mulheres não se sentiram obrigadas a serem submissas. Se os homens não tiverem o controle, as mulheres não precisarão ser controladas. […] Se pararmos de definir uns aos outros pelo o que não somos e começarmos a nos definir pelo que somos – todos poderemos ser mais livres e é sobre isso que ‘HeForShe’ luta. É sobre liberdade”, disse (via Harper's Bazaar).

+++LEIA MAIS: Emma Watson não consegue atuar porque se sente uma fraude: 'Fico incrivelmente desconfortável'


Linha de apoio para mulheres que sofrem assédio

Em agosto de 2019, Emma Watson criou uma linha de apoio para mulheres do Reino Unido que sofram assédio e abuso sexual no trabalho. Na linha, há aconselhamento sobre como fazer a denúncia, assim como há a explicação dos direitos das mulheres.

“Esta linha de aconselhamento é um desdobramento tão grande em garantir que todas mulheres sejam apoiadas, onde quer que trabalhemos,” disse a atriz na época. 

+++LEIA MAIS: Elenco de Harry Potter comenta possibilidades de reviver personagens da saga


Filantropia

Além de estar na linha de frente de muitos movimentos, Emma Watson é uma grande filantropa. A artista faz grandes contribuições financeiras a causas as quais ela se identifica e acredita serem relevantes.

Em 2018, Watson doou 1 milhão de libras (atualmente, cerca de R$ 7,7 milhões) para o Fundo de Igualdade e Justiça do Reino Unido. A artista também apoia a causa trans, e revelou ter feito doações a duas organizações: Mermaids Gender e Mama Cash.