Por que Esquadrão Suicida fez bem em deixar o DCEU?

James Gunn decidiu deixar o DCEU para melhorar a trama de O Esquadrão Suicida, segundo Screen Rant

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 20/08/2021, às 11h50

None
O Esquadrão Suicida (Foto: Divulgação/Warner Bros.)

O Esquadrão Suicida (2021), dirigido por James Gunn, faz parte do Universo Estendido DC (DCEU), mas a produção da Warner Bros. funciona muito bem como um filme independente da franquia, a qual conta com longas como Batman vs Superman: A Origem da Justiça (2016) e Mulher-Maravilha (2017).

Por um lado, Margot Robbie (Arlequina), Joel Kinnaman (Rick Flag), Jai Courtney (Capitão Bumerangue) e Viola Davis (Amanda Waller) reprisam os respectivos papéis do filme de 2016, e Gunn confirmou como a sequência existe como uma história isolada dentro o DCEU. No entanto, O Esquadrão Suicida traz quase nada visto nesse universo anteriormente.

+++LEIA MAIS: Esquadrão Suicida: Qual cena pós-crédito não foi planejada por James Gunn?

Segundo Screen Rant, essa independência fez bem ao longa porque o cânone do DCEU tem muita bagagem. Como o site explicou, quando um universo cinematográfico compartilhado funciona, cada filme da saga ganha um impulso apenas por meio de referências, enquanto longas solo se beneficiam por serem exibidos de maneira mais ampla.

Porém, quando um universo cinematográfico não funciona, esses laços tornam-se mais problemáticos - e viram um fardo responsável por reter histórias solo autônomas e sólidas. Por conta de alguns fracassos e interferência da Warner nos trabalhos de David Ayer (Esquadrão Suicida de 2016) e Zack Snyder (Liga da Justiça), DCEU se encontra nesse patamar atualmente.

+++LEIA MAIS: O Esquadrão Suicida: Por que James Gunn cortou Superman do filme?

Para Screen Rant, O Esquadrão Suicida faz bem em dar a essa teia emaranhada o maior espaço possível, e recusou-se a se envolver na questão cada vez mais complicada dos elementos do cânone do DCEU em 2021. Por fim, o site opinou como o filme de James Gunn empolga mais estando fora do universo.

Dito isso, o abandono da continuidade do DCEU na produção funciona neste contexto particular. Se a franquia não tiver certeza do que constitui a continuidade do universo DC, os cineastas devem ter licença poética suficiente para ocasionalmente manipular o cânone se isso ajudar a melhorar a trama.

+++LEIA MAIS: Esquadrão Suicida: Qual personagem James Gunn teve mais dificuldade de criar com CGI?


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!