Por que Freddie Mercury demorou tanto tempo para revelar que tinha AIDS?

Vocalista do Queen foi diagnosticado soropositivo em 1987, mas só tornou público em 1991, um dia antes de morrer

Redação Publicado em 08/04/2021, às 12h08

None
Freddie Mercury (Foto: Divulgação/Youtube/VIDEO REMASTER ITA/23.12.2018)

Freddie Mercury só assumiu publicamente que estava infectado pelo HIV (vírus da AIDS) um dia antes de sua morte, em 24 de novembro de 1991. Mas, porque o vocalista do Queen escondeu a doença por tanto tempo?

De acordo com o novo documentário Freddie Mercury: A Life in Ten Pictures, da BBC, em que retrata a vida de astros da música, um amigo próximo de Freddie Mercury disse que ele manteve a doença em segredo porque esperava ansiosamente por uma cura. "Freddie estava desesperado para que os cientistas encontrassem a cura.", disse a fonte. 

+++LEIA MAIS: Primeira namorada de Freddie Mercury conta como percebeu que o cantor era gay

Outro amigo do cantor, o fotógrafo Richard Young, afirmou que ele tinha determinação em não ser derrotado pela doença: "Freddie se portava o tempo todo com grande dignidade e o humor nunca desapareceu. O humor estava lá o tempo todo. Ele não queria sentir por um segundo que fazia parte de uma situação triste.". 

Segundo o parceiro de Freddie, Jim Hutton, o astro foi diagnosticado soropositivo em abril de 1987, mas decidiu negar todos os boatos sempre que questionado pela imprensa. 

Na época, David Wigg, ex-editor do Daily Express, se tornou amigo próximo de Freddie Mercury e eles frequentemente conversavam sobre assuntos privados dos quais a estrela confiava que não apareceriam na imprensa.

"Em uma de nossas conversas, Freddie admitiu oficialmente estar com AIDS e que a doença mudou sua abordagem de vida", contou David e detalhou: "Ele disse: 'Quase me tornei freira. Eu achava que sexo era muito importante para mim e vivia para o sexo. Agora, mudei completamente para o outro lado. Isso me assustou. Parei de fazer sexo."

+++LEIA MAIS: Há 40 anos, Queen fazia 1ª show no Brasil e criava relação de amor com o país [FLASHBACK]

David opinou: "É perfeitamente compreensível que uma pessoa, seja famosa ou não, não queira que um diagnóstico de HIV seja tornado público naquela época. O estigma social transformava qualquer pessoa com teste positivo em párias."

Ao final, o amigo concluiu: "Freddie manteve segredo porque ainda tinha esperança de que pudesse haver algum tipo de cura ou que os medicamentos que estava tomando para a doença o ajudariam a superá-la."

+++LEIA MAIS: Freddie Mercury não falava com integrantes do Queen no Rock in Rio [FLASHBACK]

Freddie Mercury faleceu aos 42 anos, em 24 de novembro de 1991, vítima de uma broncopneumonia acarretada pela AIDS. Dois dias antes, de cama, o cantor pediu ao empresário do Queen que fizesse um comunicado à imprensa para divulgar sua doença, que foi lançado no dia seguinte. 

As informações são do site Express UK.


+++ KONAI: 'ESTAMOS EM PRESSÃO CONSTANTE PARA SER O QUE NÃO É NOSSO NATURAL' | ENTREVISTA