Por que George Harrison se sentiu paranoico após o fim dos Beatles?

Em uma entrevista de 1977, o guitarrista revelou a razão por ter tido tantas paranoias na carreira solo

Redação Publicado em 22/06/2020, às 16h44

None
George Harrison (Foto: AP Images)

Após a separação dos Beatles em 1970, George Harrison ficou paranoico em relação às músicas compostas por ele. Certamente, a carreira solo do guitarrista foi uma das mais brilhantes, mas ele tinha uma série de inseguranças sobre o próprio trabalho. 

+++LEIA MAIS: Beatles: por que George Harrison só emplacou 2 músicas em Let it Be?

Para quem conhecia o funcionamento interno dos Beatles, a resposta é fácil, como aponta o Cheatsheet. Em resumo, as músicas de John Lennon e Paul McCartney eram as favoritas. As composições do guitarrista, portanto, não receberiam o mesmo nível de atenção do produtor George Martin quando comparadas a uma Lennon-McCartney.

O Cheatsheet lembra que, até mesmo John e Paul não davam muita atenção para as composições de Harrison, o que afetou a confiança dele. 

+++ LEIA MAIS: Como os Beatles - e erro de digitação - inspiraram título de filme do James Bond

No ano anterior ao fim dos Beatles, enquanto trabalhavam no White Album, George ficou frustrado ao tentar interessar os companheiros de banda em "While My Guitar Gently Weeps" e precisou trazer Eric Clapton para tocar a canção e assim os amigos prestarem atenção. 

"De tempos em tempos, recebia um pouco de incentivo [para composição], mas era muito pouco", disse Harrison a Crawdaddy em 1977, via beatlesinterviews.org. "Era como se eles estivessem me fazendo um favor. Eu não tinha muita confiança em escrever músicas por causa disso."

+++LEIA MAIS: 11 músicas clássicas do rock que ninguém aguenta mais ouvir, segundo site

George Harrison lembrou-se da dificuldade em apresentar as novas composições aos músicos que o apoiaram em All Things Must Pass.“Não conseguia pensar em qual música fazer”, contou. 

Eventualmente, o guitarrista começou a tocar as faixas para os músicos: “Eles diziam: 'Uau, sim! Grande música!' E eu dizia: 'Sério? Você realmente gosta?' Ter tudo isso com os Beatles me deixou realmente paranoico.”

+++LEIA MAIS: Quem inspirou George Harrison em ‘Something’, a ‘melhor música de amor de todos os tempos’?


+++ A PLAYLIST DO SCALENE