Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Por que James Gunn tirou tatuagem de Arlequina em Esquadrão Suicida 2?

Novo filme da DCEU, Esquadrão Suicida 2 tem previsão de estreia para agosto de 2021, mas não terá a tatuagem icônica de Arlequina

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 24/06/2021, às 17h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Margot Robbie como Arlequina (foto: Reprodução/ Warner)
Margot Robbie como Arlequina (foto: Reprodução/ Warner)

Esquadrão Suicida 2 tem previsão de lançamento para 5 de agosto de 2021, e uma das prévias do longa mostrou Arlequina (Margot Robbie) sem a tatuagem da palavra "Rotten" ("podre") escrita no rosto da personagem. James Gunn, diretor do filme, revelou o motivo para a ausência da marca. As informações são do Cine Pop.

Gunn realizou uma sessão de perguntas e respostas em seus Stories, no Instagram, e explicou como nem ele próprio, nem Robbie, gostavam da tatuagem. Por isso, resolveram removê-la para o segundo filme Esquadrão Suicida. Vale ressaltar: a mudança não será esclarecida no longa.

+++LEIA MAIS: Kaley Cuoco encerra suposta briga com Margot Robbie com apenas uma palavra

Outro fã questionou o diretor sobre a possibilidade de realizar um filme focado em Arlequina, após a antagonista demonstrar potencial e evolução desde que foi introduzida ao DCEU. A resposta de Gunn foi simples e direta: "Definitivamente, sim."

Em entrevista à Associated Press sobre Esquadrão Suicida 2, Gunn antecipou como os fãs podem esperar "os quatro minutos favoritos da carreira dele" em uma cena da personagem. "Escrevi a minha maior cena de ação e foi tão divertido, desde o trabalho com os dublês até a finalização com a própria Margot."

+++LEIA MAIS: ‘Ayer Cut’ de Esquadrão Suicida reinventará Coringa e Arlequina, mostra foto

A cena foi também a vez na qual Gunn ficou mais impressionado com um artista dentro do set, como confessou no Twitter. "Margot pode fazer qualquer coisa. [...] Incorpora a personagem de corpo e alma. É capaz de fazer comédia, drama… É uma atleta nata, faz acrobacias de uma forma tão graciosa, magnífica e linda," disse à Associated Press.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL