Por que Jimmy Page não gosta do último disco do Led Zeppelin?

O guitarrista do Led Zeppelin também revelou que não ficou satisfeito com algumas composições de John Paul Jones

Redação Publicado em 14/01/2020, às 08h08

None
Jimmy Page em 1977, durante apresentação do Led Zeppelin no festival Day on the Green, em Oakland, Califórnia (Foto: Michael Zagaris Photography LLC e Reel Art Press)

Jimmy Page revelou que In Through the Out Door não é um dos trabalhos favoritos dele. O guitarrista contou ao Guitar World que nem ele nem John Bonham aprovaram o material do oitavo e último disco do Led Zeppelin.

"Nós pensamos que In Through the Out Door era um pouco suave", disse Page em 1993. 

+++ LEIA MAIS: Jimmy Page republica anúncio melancólico do fim do Led Zeppelin depois da morte de John Bonham; veja

Ao contrário dos outros trabalhos da banda, o disco não teve muitas músicas assinadas pelo guitarrista. Em 2015, o músico explicou para o The Guardian naquela época John Paul Jones começou a compor canções e Robert Plant decidiu trabalhar com as ideias dele.

"Presence foi um disco de guitarra elétrica. [Então] Jones tinha essa escrita renascentista, porque ele não tinha escrito números inteiros antes e de repente escreveu [...] Jones tinha números completos que tinha escrito, você sabe, com versos, refrões, passagens, e era fantástico", contou o guitarrista.

+++ LEIA MAIS: Jimmy Page queria a volta do Led Zeppelin, mas a banda aprendeu "uma dura lição nos anos 1980"

A parceria entre Plant e Jones foi responsável por criar a identidade do disco e compor os hits "South Bound Saurez"e "All My Love". Contudo o material não foi aprovado por Bonham e Page, principalmente, a canção "All My Love".

"Eu não estava muito interessado na música. Eu poderia apenas imaginar as pessoas fazendo a onda e tudo isso. E eu pensei: 'Isso não é a gente. Isso não é a gente", disse o músico.

Além disso, Page revelou que tinha planos para trabalhar em um 9º disco com Bonham e explorar outros caminhos, porém os planos mudaram quando o baterista foi encontrado morto na casa do guitarrista, em setembro de 1980.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'