Por que John Lennon queria ter socado George Harrison nos últimos anos dos Beatles

Embora os dois não tenham se batido na ocasião, eles tiveram mais chances de fazê-lo antes da banda se separar para sempre

Redação Publicado em 03/04/2020, às 09h14

None
John Lennon e George Harrison em 1965 (Foto: AP Images)

Entre os anos 1962 e 1968, os Beatles eram muito unidos, passando de turnês constantes para a fama mundial - do tipo que poucos músicos já conheceram. Assim, eles permaneceram juntos, querendo ou não.

Quando John Lennon trouxe Yoko Ono para a cena durante as sessões do White Album, no entanto, a dinâmica mudou completamente, desestabilizando um equilíbrio bastante delicado.

+++LEIA MAIS: Ringo Starr disse que "não sabia o que fazer" quando soube da morte de John Lennon

Depois que os Beatles se separaram oficialmente em 1970, John deu entrevistas nas quais ele cutucava os antigos colegas de banda - e os martelou pelo modo como eles tratavam Yoko. Mas George Harrison foi especialmente atingido pelas duras palavras de John.

Em entrevista ao fundador da Rolling Stone, JannWenner, publicada em janeiro de 1971, John lembrou das reações adversas a Yoko nos anos anteriores. No caso de Paul McCartney, ele disse que “odiava Yoko” antes de gostar dela.

Quanto a George, “[Ele] insultou-a na cara dela, dizendo ser ’direto’, você sabe, aquele joguinho de ‘bom, eu vou ser sincero porque foi o que chegou até mim, mas [Bob] Dylan e companhia disseram que ela tem um péssimo nome em Nova York, e você emitiu más vibrações'”, revelou John.

Anos depois, John ainda não acreditava no que tinha acontecido. E concluiu: “Foi o que George disse a ela na época, e eu não bati nele. Não sei por que”, ele concluiu.

+++LEIA MAIS: Os Beatles eram analfabetos em música, diz Olavo de Carvalho

Embora John não tenha socado George naquela reunião da Apple, ele teve mais chances de fazê-lo antes da banda se separar para sempre.

Durante as sessões de Get Back e Let it Be, no início de 1969, George realmente saiu da banda, descrevendo os ensaios, que estavam sendo filmados para o documentário como "o inverno do descontentamento... Muito doentio e infeliz.”

"Foi apenas um sentimento terrível", disse John. O produtor dos Beatles, GeorgeMartin, afirmou que os dois trocaram socos e farpas na ocasião. Conversando com PhilipNormanMartin mencionou "uma briga completamente silenciosa entre John Lennon e George Harrison durante as sessões de Let It Be.”

 

 


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?