Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Por que John Lennon retornou medalha de honra para rainha da Inglaterra anos depois de recebê-la?

Ex-beatle era bem conhecido por protestos políticos - e honra nenhuma escapava

Redação Publicado em 23/12/2020, às 15h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
John Lennon e Yoko Ono no Bed-In (Foto: AP)
John Lennon e Yoko Ono no Bed-In (Foto: AP)

Em 1965, os Beatles foram convidados pela Rainha Elizabeth II para integrar o MBE, título de Membro do Império Britânico, pela contribuição do grupo para música do Reino Unido. Mas, quatro anos depois,  John Lennon retornou a honraria.

Quando os Beatles foram chamados para receber a medalha, receberam várias orientações específicas de como se portar diante da rainha, como disse Paul McCartneyao Anthology à época:

+++LEIA MAIS: Vocal isolado de Paul McCartney e John Lennon em 'If I Fell' é de tirar o fôlego; ouça

“Um guarda chamou a gente de lado e disse: se aproxime da rainha dessa maneira, e não fale com ela se ela não falar com você. Mas ela foi um doce. Parecendo um pouco maternal porque somos novos, e ela um pouco mais velha.”

Por mais que tenham gostado daquele dia, porém, não durou paraJohn Lennon. Em 1969, o ex-beatle devolveu a medalha de MBE para a rainha. Junto, uma nota:

+++ LEIA MAIS: Paul McCartney diz que nome de John Lennon vir antes nas composições é "injusto"

“Vossa Majestade, estou retornando meu MBE como um protesto do envolvimento da Grã-Bretanha na questão da Nigéria-Biafra, e contra nosso apoio no apoio aos EUA na Guerra do Vietnã e contra a queda de ‘Cold Turkey’ [música de Lennon] nas paradas musicais.”

Não foi o único a recusar honrarias reais: George Harrison também não quis, quando convidado, fazer um “update” para cavaleiro com o MBE - ao contrário de Paul McCartney, mundialmente conhecido por "Sir".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!