Por que Kiss não quis tocar na própria introdução ao Hall da Fama do Rock?

A banda entrou para o Hall da Fama do Rock em 2014

Redação Publicado em 25/08/2020, às 16h24

None
Gene Simmons, Thommy Thayer e Paul Stanley (Foto:Sebastian Willnow/ Picture Alliance/ DPA/AP Images)

O Kiss entrou para o Hall da Fama do Rock em 2014, no entanto, a banda não quis tocar na própria introdução, como relembra o CheatSheet.

O grupo se tornou elegível pela primeira vez em 1999, mas só foram introduzidos em 2014 (via LoudWire). Na época, Paul Stanley pensou em como a equipe do Hall a "contragosto nos deixou entrar" - mas, como pontua o site, apenas alguns integrantes foram aceitos.

+++ LEIA MAIS: O que os integrantes do Kiss estão ouvindo durante quarentena? Veja lista de Stanley e Simmons

Desde 1972, o Kiss teve dez formações diferentes. Para o Hall, os organizadores apenas incluíram Stanley, Gene Simmons, Ace Frehley e Peter Criss

Em entrevista de 2014 ao Time, Simmons criticou a decisão: "Agradecemos por receber o prêmio, mas eles vão apenas homenagear os primeiros sete anos da banda - Ace, Peter, Paul e eu, e tudo bem... Então eles disseram: ‘Temos um especial da HBO e queremos que você feche o programa e o torne grande’, e todas essas coisas. E nós dissemos, 'Ok, e você também vai homenagear Tommy [Thayer] e Eric [Singer] que estão na banda há mais tempo que Ace e Peter, certo?'. Eles disseram, 'Não, não, na verdade, não vamos'".

+++ LEIA MAIS: Gene Simmons, do Kiss, ‘finge que todo mundo é um zumbi’ para estimular quarentena

Simmons enfatizou como gostaria que o Hall tratasse o Kiss assim como fizeram com Grateful Dead (todas as formações foram homenageadas). Dessa forma, o Kiss resolveu não se apresentar na cerimônia em forma de protesto.

Na conversa, o músico também comentou: “O prêmio Hall of Fame é importante, porque é importante para os fãs, mas, por outro lado, não significa nada para mim. É uma organização política composta por dez caras”.

+++ LEIA MAIS: Site reúne 15 grandes shows do Kiss para assistir durante a quarentena

Segundo a Billboard, Tom Morello, incentivou a equipe do evento para que o Kiss fosse introduzida no Hall. No discurso da cerimônia em homenagem à banda, Morello falou como todos "nunca foram uma banda de críticos" e criaram um grupo original no palco.


+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'