Por que Lars Ulrich, do Metallica, está obcecado com Rage Against the Machine ultimamente?

Em entrevista à Rolling Stone EUA, o músico falou sobre as letras atuais da banda

Redação Publicado em 01/05/2020, às 17h23

None
Lars Ulrich, do Metallica (Foto:Sven Hoppe/picture-alliance/dpa/AP Images)

Para Lars Ulrich, do Metallica, estar em quarentena durante a pandemia significou o cancelamento dos shows que seriam realizados nos próximos meses. No entanto, o isolamento social também possibilitou ao músico passar mais tempo com a esposa e filhos - e ouvir muito Rage Against the Machine.

+++ LEIA MAIS: Metallica pode lançar disco novo durante quarentena, acredita Lars Ulrich

Em entrevista à Rolling Stone EUA, o baterista do Metallica revelou que as músicas mais ouvidas por ele nos últimos meses, durante o isolamento social, são da banda Rage Against the Machine - e o motivo é a atualidade das canções.

“Provavelmente, as músicas que mais ouvi nos últimos dois ou três meses são de Rage Against the Machine. Sou o único que pensa que a música deles se torna cada vez mais relevante a cada dia? [Risos] Elas se conectam cada vez mais aos acontecimentos mundiais. Parece que todos os quatro álbuns foram gravados na semana passada”, disse o músico.

+++LEIA MAIS: James Hetfield é evasivo ao falar do futuro do Metallica depois de rehab: ‘Não sei o que acontecerá’

Ulrich continuou: “Quando estou fazendo meus pequenos exercícios tristes, eu os coloco e fico, tipo, "P*** me**a", e apenas ouço algo em 'Calm Like a Bomb', 'Sleep Now in the Fire' ou 'Bombtrack', e fico 'Sério? Que porra é essa? De onde isso vem?' Portanto, o Rage Against the Machine é sempre um amigo confiável".


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL