Por que Lisa Kudrow odiava o personagem dela de Friends - e, claro, não estamos falando de Phoebe

A atriz não se sentia muito confortável como Ursula na série

Redação Publicado em 29/01/2020, às 18h19

None
Lisa Kudrow em Friends (Foto: Reprodução)

Lisa Kudrow não odiava viver Phoebe Buffay em Friends e ama os outros cinco amigos de elenco - os seis continuam se encontrando e marcando reuniões até hoje. O problema era a irmã gêmea de Phoebe, Ursula, que a atriz odiava. 

Inclusive, Kudrow conseguiu o papel em Friends porque os produtores gostaram do trabalho dela como Ursula no programa Mad About You - na verdade, gostaram tanto que fizeram a atriz desempenhar os dois papéis no sitcom e foi aí que ela ficou desconfortável.

+++LEIA MAIS: É 2020 e atriz de Emma em Friends ‘acorda’ para responder piada de Chandler

A atriz não odeia Ursula, porque, afinal, a personagem foi a responsável por dar um dos principais papéis de toda a carreira dela que foi a Phoebe. No entanto, de acordo com a Entertainment Weekly, a artista não gostou de trazê-la para Friends.

"Lisa não gostava dessas cenas [com Ursula]. Ela não gostava de atuar como dublê, e ela teve ainda mais dificuldades porque a dublê era na verdade sua irmã [Helena]. Acho que o estresse em que ela colocou sua irmã ficou muito em sua cabeça na época, então essas cenas eram dificéis de gravar. Mesmo assim, tudo ficava bem divertido quando você juntava", contou o produtor executivo Kevin S. Bright.

+++LEIA MAIS: Quanto os atores de Friends ganham até hoje com os direitos autorais?

Os principais prêmios da carreira de Lisa é por interpretar Phoebe, incluindo um Emmy, dois prêmios da Screen Actors Guild (SAG) e um American Comedy Award. 

E, a atriz sabe que deve muito ao papel da protagonista de Friends e revelou ao The Guardian: "Era meu trabalho fazer as pessoas acreditarem que eu era essa pessoa. É inaceitável para mim querer me tirar de Friends. Isso me deu todas as oportunidades. Agradeço todos os dias, prometo."


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL