Por que a Netflix insiste em esconder seus números de audiência?

Um portal revelou esse mistério do serviço de streaming

Redação Publicado em 03/09/2019, às 17h50

None
Netflix (Foto: Reprodução)

Ainda é muito difícil de dimensionar o sucesso da Netflix, porque a plataforma esconde todos os dados estatísticos de audiência. Para explicar a situação, o portal Looper publicou um artigo sobre os mistérios do serviço de streaming. Por que a Netflix insiste em esconder os dados?

A verdade é que existem muitos motivos para plataforma não tornar os dados de audiência públicos. Em geral, é principalmente para que as falhas da empresa não sejam descobertas no mercado e mantenha os investidores ativos. 

+++ LEIA MAIS: Feito pela Netflix, novo filme de Scorsese vai estrear antes nos cinemas

Um dos principais problemas é que a plataforma não é dona dos grandes sucessos, um exemplo é Orange is The New Black, produzida por outro estúdio e distribuída pelo serviço de streaming, mesmo sendo vendida como produto da Netflix.

Essa quantidade de conteúdo do catálogo de outros estúdios significa que a plataforma precisa da licença para exibir as séries. A vantagem em esconder os números de audiência é porque, quanto mais sucesso, maior o preço cobrado pelos direitos de exibição das produções. Assim, o sigilo confere o maior poder dentro do mercado.

+++ LEIA MAIS: Sintonia, Sepultura Endurance e mais: 6 produções brasileiras para assistir na Netflix

Para a Netflix, manter escondido os dados ruins atraem mais investidores. Inclusive, mantém em segredo os dados da quantidade de inscritos, menores desde o surgimento de concorrentes como HuluAmazon Prime e futuramente o Disney +. E, assim, a plataforma só divulga os dados convenientes à ela.

Em abril deste ano, Ted Sarandos, chefe de conteúdo da plataforma, declarou que a empresa deve se tornar mais transparente com os dados, no entanto, muitas informações continuam sendo um mistério para o público. 

+++ LEIA MAIS: Documentário produzido por Michelle e Barack Obama estreia na Netflix

Criada em 1997 como uma empresa que a alugava DVDs, a Netflix optou pela tecnologia e migrou para o serviço de streaming, e mais tarde, tornou-se uma das maiores produtoras de entretenimento do mundo.

+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu