Por que A Pedra Filosofal mudou completamente começo do livro de Harry Potter?

Há uma explicação para a mudança - e faz todo o sentido

Redação Publicado em 12/05/2020, às 18h55

None
Harry Potter e a Pedra Filosofal (Foto: Reprodução)

A adaptação do filme de Harry Pottere a Pedra Filosofal, lançada em 2001, apresentou algumas mudanças importantes em comparação ao livro, principalmente na cena de abertura, como relembra o ScreenRant

+++ LEIA MAIS: 9 detalhes escondidos em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 [LISTA]

A primeira parte da franquia, também conhecida como Harry Pottere a Pedra Filosofalpara o público norte-americano, foi baseada no romance de estreia de J.K Rowling. O filme, embora em grande parte faz uma recriação fiel do material original, teve uma cena de abertura diferente da apresentada no livro. Há uma razão para a mudança, porém.

No início da obra de Rowling, em 1997, Vernon e Petunia Dursley eram o foco principal. Depois de uma longa narrativa sobre Vernon que o jovem Harry Potter é encontrado na porta dos tios após ser deixado lá por Dumbledore.

+++ LEIA MAIS: Robert Pattinson, Emma Thompson, David Tennant e mais: 17 atores incríveis que fizeram parte de Harry Potter - e esquecemos

No filme, contudo, a sequência de abertura com Vernon entrando em contato com integrantes do mundo bruxo foi omitida. Ele não se concentrou na celebração após a queda de Voldemort. A opção para o longa foi apresentar direto o momento em que Dumbledore e McGonagall se encontraram na Rua dos Alfeneiros. Hagrid carregava o bebê Harrye Dumbledore deixa a criança na porta dos parentes. 

Segundo o Screenrant, a razão para a mudança nunca foi confirmada, mas existem explicações razoáveis - e que fazem total sentido. Devido a restrições de tempo, as adaptações do filme nunca tiveram a oportunidade de trazer exatamente todas as cenas. 

+++ LEIA MAIS: Elenco de Harry Potter comenta possibilidades de reviver personagens da saga

Certamente não é incomum que os filmes cortem pontos da trama dos livros em que se baseiam. Essa provavelmente é a situação em relação à Pedra Filosofal, já que o filme tem mais de duas horas e meia de duração.

Ao omitir a abertura do livro e começar com a chegada de Harry à Rua dos Alfeneiros, o filme saltou para a nova jornada do jovem bruxo. Havia tempo de sobra para apresentar a conexão da família Dursely com o mundo bruxo, por isso era desnecessário trazer a abertura do livro. Era mais importante focar menos no passado e colocar a situação de Harry na frente e no centro antes de chegar à linha do tempo principal. 


+++ O TERNO | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL