Por que as pessoas sempre jogavam Jelly Babies nos Beatles (e como machucou o olho de George Harrison)?

O guitarrista escreveu uma carta para uma fã e disse que a situação "não era engraçada"

Redação Publicado em 28/02/2020, às 17h35

None
Beatles (Foto: AP Images)

Em entrevista dos anos 1960, George Harrison revelou como os fãs sempre jogavam Jelly Babies - chamadas de Jelly Beans nos Estados Unidos - nos Beatles. As informações são do site PopFantasma.

O público acreditava que as balas eram as favoritas do guitarrista, por isso, queriam impressioná-lo. Isso começou quando o próprio Harrison falou em outra entrevista de 1963 que gostava das guloseimas e ficou bravo quando John Lennon tentou roubar a comida dele.

+++ LEIA MAIS: Qual é o álbum dos Beatles com mais músicas de George Harrison?

No entanto, depois do público não parar de jogar os doces nos palcos, o artista comentou: "Imagine ondas de pequenas balas duras sobre você chovendo do céu… Se rolar de ter Jelly Babies viajando cerca de 80 quilômetros por hora através do ar e alguns lhe acertarem os olhos, você fica cego".

O músico completa: "Nunca gostamos de pessoas jogando coisas assim. Nós não nos importamos que eles joguem flâmulas, mas Jelly Babies é um pouco perigoso! De vez em quando, uma delas batia numa corda na minha guitarra e tocava uma nota enquanto eu tentava tocar”.

+++ LEIA MAIS: Quais foram as últimas palavras de George Harrison a Paul McCartney, Ringo Starr e Olivia Harrison?

Vale lembrar que Jelly Babies - ou Jelly Beans - é usado como um sinônimo para anfetaminas. Como os Beatles usavam a substância para os shows, o público pode ter se confundido com a entrevista de Harrison em 1963. O guitarrista poderia estar falando das drogas sintéticas em vez das guloseimas.

A confusão pode ter sido explicada em uma carta que o músico fez para uma fã. Nela, ele escreveu: “Nós não gostamos de Jelly Babies, ou chicletes de frutas".

+++ LEIA MAIS: Por que John Lennon não se preocupou com a saída de George Harrison dos Beatles?

Além disso, o ex-Beatleenfatizou que foi "atingido no olho uma vez com um doce, e não é engraçado”.


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN