Por que Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, não combinou com outros integrantes da banda?

Pete Best aparentemente não combinava tanto com os outros integrantes dos Beatles e isso pode ter sido um dos motivos da saída do músico da banda

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 25/05/2021, às 18h40

None
Pete Best no The Late Late Show (Foto: Reprodução / Twitter)

O mistério por trás da demissão de Pete Best dos Beatles em 1962 é algo que intriga os fãs até hoje. Na época, o produtor George Martin pediu para trocar o baterista da banda por não achar ele bom o suficiente no estúdio. Mas, de acordo com o Cheat Sheet, há uma teoria sobre o músico não combinar com os outros integrantes por conta da personalidade.

Em Ringo: With a Little Help (2015), o autor Michael Seth Starr revelou como Best era popular entre os primeiros fãs dos Beatles no início da carreira do grupo. "Pete foi um Beatle extremamente popular, apesar das dúvidas dos ex-colegas de banda sobre a habilidade na bateria e a personalidade dele," escreveu. "As fãs mulheres, em particular, gostavam da boa aparência de Pete."

+++ LEIA MAIS: Pete Best revela detalhes da demissão dos Beatles: ‘De repente, eu virei anti-social e genioso’

No entanto, isso não foi suficiente para mantê-lo na banda. Best não estava tão empolgado em sair com John Lennon, Paul McCartney e George Harrison quando não estavam se apresentando. Ele era muito introvertido e ficava sempre na dele.

"A personalidade dele lentamente criou uma barreira entre Pete e os outros Beatles," escreveu Michael Starr. "Best era temperamental e distante, não parecia compartilhar o mesmo senso de humor dos companheiros, e, na maioria das vezes, ficava sozinho após os shows em vez de brincar com os outros caras."

+++ LEIA MAIS: Qual música dos Beatles Ringo Starr escutaria para o resto da vida?

McCartney foi citado dizendo, "Pete nunca foi exatamente como o restante de nós. Nós éramos um trio maluco e Pete talvez fosse um pouco mais... sensato; ele era um pouco diferente de nós, não era tão artístico. E nós simplesmente não saíamos muito juntos."

Apesar disso, Best não guardou ressentimentos quanto à decisão dos Beatles, como disse ao Irish Times em 2020: "Não tenho nada para perdoar... Eles fizeram uma decisão enquanto jovens para proteger o futuro deles. Ok, eu poderia ter sido tratado de forma melhor. Fui o culpado por isso, sofri, mas não estou exigindo nada deles."

+++ LEIA MAIS: Qual filme dos Beatles fez John Lennon chorar em público?


+++ MV BILL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL