Por que Quentin Tarantino não passa o número de celular para ninguém?

O diretor de Era Uma Vez em... Hollywood tem regras rígidas quanto ao uso de celular no set de filmagens

Redação Publicado em 30/01/2020, às 19h12 - Atualizado às 19h56

None
Quentin Tarantino (Foto: Charles Sykes/Invision/AP)

Nas últimas entrevistas do elenco de Era Uma Vez Em Hollywood - indicado a 10 categorias no Oscar -, revelou-se que o diretor Quentin Tarantino tem ódio aos telefones modernos, e não passa o número pessoal para ninguém. 

+++Leia mais: Brad Pitt diz que Tarantino é a única pessoa "que precisa de cocaína para ficar calada"

Em entrevista ao The Rich Eisen Show, o ator Timothy Olyphant falou que Tarantino tem prateleira para o elenco e equipe deixarem os celulares e verificarem antes de entrarem no set de filmagens. "Se você precisa fazer uma ligação, você sai na rua e faz uma ligação", disse o ator.

No entanto, o ódio de Tarantino é ainda maior: o cineasta não tem celular. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, o produtor David Heyman falou sobre o diretor: "A vida dele é muito organizada por isso. Quando ele sai do set, ele tem uma secretária eletrônica antiquada com uma fita - é muito analógica".

+++Leia mais: Tarantino conta qual o ator favorito dele com quem nunca trabalhou

A produtora Shannon McIntosh também descreveu os hábitos "analógicos" do cineasta: "Se ele quer usar o telefone, ele diz que usa um telefone fixo. Acho que a criatividade vem de estar fora da grade, nem sempre estar acessível e estar presente [no que ele está fazendo]".

Segundo McIntosh, os hábitos de  Tarantino são compartilhados no set de filmagens - o que não é algo ruim:  "Não estamos todos com a cara em nossos telefones, estamos conversando, nos comunicando - seja comercial ou pessoal - e há realmente uma conexão melhor entre humanos".

+++Leia mais: Roteiro de Tarantino para Star Trek seria uma mistura de Pulp Fiction com Vingadores: Ultimato, diz site

No entanto, para a situação nos sets serem facilitadas, a equipe de Tarantino contratou Spencer Smith, responsável pelos celulares e outras tarefas. "Se você tem um intervalo ou algo e precisa checar as mensagens ou fazer uma ligação, ele está lá [...] Às vezes pedem ajuda para ele", explicou McIntosh


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL