Por que Quincy Jones disse que os Beatles eram ‘os piores músicos do mundo’?

Produtor musical também criticou as habilidades de Paul McCartney e Ringo Starr

Redação Publicado em 20/04/2020, às 11h15

None
The Beatles (Foto: AP Images)

Quincy Jones se tornou uma lenda da produção musical ao trabalhar com artistas como Michael Jackson, Frank Sinatra e Lesley Gore. Aclamado pela crítica, o produtor criticou as habilidades musicais dos Beatles e, particularmente, de Paul McCartney e Ringo Starr.

Jones teve a oportunidade de assistir aos Beatles trabalhar em músicas, e a primeira impressão foi de ter visto “os piores músicos do mundo”, conforme contou em entrevista à Vulture, em 2018.

+++ LEIA MAIS: Disco póstumo de Michael Jackson foi criado para “ganhar dinheiro”, diz Quincy Jones

O produtor relembrou uma ocasião no estúdio para gravar uma versão de “Love Is a Many-Splendored Thing”, lançada em Sentimental Journey (1970), primeiro álbum solo de Starr. “Ringo tinha levado umas três horas para arrumar uma linha de bateria em uma canção. Ele não conseguia. Nós dissemos, ‘Cara, por que você não pega um drink, um pedaço de torta, e tira uma hora e meia para relaxar um pouco?' Então ele fez isso, e nós ligamos para Ronnie Verrell, um baterista de jazz. Ronnie veio e, em 15 minutos, quebrou tudo. Ringo voltou e disse, 'George, você consegue tocar para mim mais uma vez?' Então George fez isto, e Ringo disse, 'Isso não soou tão mal.' Então eu falei, 'É, filho da puta, porque não foi você [que tocou]'. É um cara ótimo, apesar disso”, relembrou Jones.

McCartney, chamado de “pior baixista” pelo produtor, contou à NME que recebeu uma ligação de Jones após a entrevista e desculpou o amigo. “[Jones disse] Paul, eu não disse aquelas coisas, não sei o que aconteceu, cara. Nunca disse aquilo. Você sabe que amo vocês!’. Eu disse, ‘Se você tivesse dito aquilo, você sabe que eu diria, ‘Vá se foder, Quincy Jones, filho da puta maluco’”, relembrou o ex-Beatle. “Então a gente só deu risada. E ele disse ‘Ah, Paul, você sabe que eu te amo muito’”.

+++ LEIA MAIS: Os produtos mais bizarros que os Beatles já tiveram: naftalina, fantasia e kit de mágica

Apesar de negar as afirmações, Jones se desculpou publicamente. As filhas do produtor reprovaram as afirmações e o norte-americano publicou uma nota. “Peço desculpas a qualquer pessoa que minhas palavras ofenderam, e especialmente aos meus amigos que ainda estão aqui comigo e aqueles que não estão mais’, escreveu.


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA