Por que Robert Plant não aparece nos créditos das letras do disco Led Zeppelin I?

A decisão teve como objetivo proteger a banda de processos judiciais

Redação Publicado em 05/03/2020, às 12h01

None
Led Zeppelin em 1968 (Foto: Reprodução/ Instagram/Jørgen Angel)

Compositor da maioria das faixas do Led Zeppelin ao lado de Jimmy Page, o vocalista Robert Plant não é creditado como compositor em nenhuma das músicas do álbum de estreia da banda, Led Zeppelin I, mesmo apesar de ter colaborado no processo. 

Plant buscava inspiração em artistas de blues, e muitas vezes até reproduziu as palavras exatas de outras músicas, o que gerou processos contra o Led Zeppelin pela semelhança das letras.

Page, por outro lado, sempre tentou evitar as semelhanças e relembrou o processo criativo em entrevista ao Guitar World, em 1993. “Sempre tentei trazer algo novo para qualquer inspiração usada, sempre me certifiquei em apresentar uma variação. Na verdade, na maioria dos casos, acho que você nunca saberia qual poderia ser a fonte original. Robert deveria mudar [as letras] e nem sempre fez isso.”

+++ LEIA MAIS: Robert Plant se diz "cantor de casamentos" à frente de músicos "incríveis" no Led Zeppelin

Além das acusações de plágio, outro motivo para deixar Plant de fora dos créditos era o contrato ainda vigente do vocalista com a CBS na época do lançamento. Ele já havia gravado três singles para o conglomerado de mídia, e creditá-lo no álbum poderia trazer novos problemas ao grupo. 

Mesmo após a rescisão do contrato, Robert Plant nunca chegou a ser creditado nas faixas do primeiro disco da banda, com exceção de “Babe I’m Gonna Leave You”, inspirada por uma música de mesmo nome da cantora Joan Baez. A compositora da faixa, Anne Bredon, entrou em acordo com a banda, e creditou também Plant e Page na composição. 


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'