Por que Slash sentia pena de Michael Jackson?

Os dois se juntaram nos anos 1990 para a produção do disco do Rei do Pop, Dangerous

Redação Publicado em 30/07/2020, às 17h58

None
Slash e Michael Jackson (Foto 1: AP/Foto 2: Getty Images/ George Rose)

Em entrevista à Kerrang!, Slash, guitarrista do Guns N’ Roses, relembrou de quando trabalhou com Michael Jackson e como sentiu pena do colega artista (via iHeart).

Os dois se juntaram nos anos 1990 para a produção do disco do Rei do Pop, Dangerous (1991), além da turnê na mesma época.

+++ LEIA MAIS: 10 anos depois: Os últimos dias de Michael Jackson

Na conversa, Slash comentou: "Eu fazia alguns shows aqui e ali e era divertido porque ele era um profissional, e ele era um talento tão alto. Ele era incrivelmente musicalmente fluido. Era um prazer estar por perto".

O guitarrista enfatizou como Jackson era muito profissional e uma força no palco, mas quando saia dele, o Rei passava uma sensação melancólica. "Quando ele não estava trabalhando, ou em produção, ou o que quer que fosse, era possível ver que ele estava à mercê de seu próprio sucesso", disse Slash.

+++ LEIA MAIS: Se o legado de Michael Jackson for destruído, a culpa é dele, diz produtor do Rei do Pop

Ele continuou: "Todas as pessoas que ele tinha ao seu redor, você percebia que ele sabia que 90% delas estavam cheias de merd*. Eu senti pena dele nesse sentido".

O integrante do Guns também enfatizou como a "única vez em que realmente senti que ele estava em qualquer tipo de zona de conforto foi quando ele estava no palco".


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS