Por que a TVA, de Loki, usa tecnologias antigas? Diretora Kate Herron responde

A organização chamou atenção pelo contraste futurista e retrô

Julia Harumi Morita Publicado em 11/06/2021, às 12h31

None
Owen Wilson e Tom Hiddleston em Loki (Foto: Reprodução via IMDb)

Responsável pela manutenção da Linha do Tempo Sagrada, a TVA - Autoridade de Variação Temporal foi um dos grandes destaques do primeiro episódio de Loki. Além do grande poder sobre os indivíduos, a organização também chamou atenção por causa dos elementos retrôs, desde a estética até o sistema de armazenamentos de dados.

Mas você sabia que existe um motivo por trás desse contraste? Em entrvista ao Screen Rant, a diretora Kate Herron explicou como os dois estilos constroem um ambiente ideal para a TVA.

+++ LEIA MAIS: Os segredos das novas séries da Marvel: de WandaVision a Loki

Herron se inspirou na própria experiência como funcionária temporária em escritórios para idealizar a organização fictícia. A diretora lembra como utilizava tecnologias antigas e pensava: 'Oh, cara, isso precisa ser atualizado.'

"Adoro a ideia de que essa organização poderosa, a qual basicamente controla nosso destino, talvez não tenha a tecnologia mais atualizada. Talvez não pareça super futurista, porque eles não estão necessariamente no futuro e nem no passado."

+++ LEIA MAIS: Thor vilão? Na infância, o irmão malvado não era Loki

Ela completou: "Eles estão completamente fora disso, porque é a TVA. Foi muito divertido. Trazer uma vibe futurista /retrô para a tecnologia fez parecer um pouco velha, mas também tinha um toque nela que parecia um pouco diferente."

Na última quarta, 9, o Disney+ disponibilizou o primeiro episódio de Loki. O seriado ganhará novos episódios todas as quartas-feiras até o dia 14 de julho, de acordo com o IMDb.

+++ LEIA MAIS: Tom Hiddleston fica constrangido ao assistir teste para interpretar Thor no MCU; assista


+++ URIAS: 'AS PESSOAS ESTÃO COMEÇANDO A ENTENDER MAIS DE MIM' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL