Prédio onde Chorão morreu é pichado por fãs

Edifício no bairro de Pinheiros, em São Paulo, amanheceu com mensagens de luto

Redação Publicado em 07/03/2013, às 12h46 - Atualizado às 13h07

Fãs picharam a fachada do prédio onde Chorão foi encontrado morto

Ver Galeria
(5 imagens)

O prédio onde Chorão foi encontrado morto na madrugada de quarta, 6, no bairro de Pinheiros, em São Paulo, amanheceu um dia depois da notícia com pichações de fãs em homenagem ao vocalista do Charlie Brown Jr. Veja fotos das pichações e do velório do cantor na galeria acima.

Relembre a trajetória e os sucessos do Charlie Brown Jr.

Mensagens como “descanse em paz” e “luto Chorão” foram desenhadas durante a madrugada, enquanto o corpo do vocalista esteve em velório aberto ao público em Santos. Fãs, amigos e familiares do cantor visitaram o ginásio onde a cerimônia aconteceu, e diversos artistas enviaram suas homenagens.

Alexandre Magno Abrão, o Chorão, foi encontrado morto por um funcionário pessoal em seu apartamento na capital paulista. Nos primeiros estudos, a polícia descartou a hipótese de suicídio e destacou distúrbios psicológicos do cantor, que foi encontrado com ferimentos na mão, no pé e no rosto. O apartamento estava revirado, porque, segundo o delegado que está cuidando do caso, Chorão sofria com “mania de perseguição” e “tinha ataques de fúria”. Leia mais.

No apartamento foram encontrados medicamentos – o calmante Lexotan e o anestésico bucal Nene Dent (ainda de acordo com o delegado, Chorão mordia a boca quando estava ansioso) – e um pó branco, que poderia ser cocaína. Ao lado desse pó, estava um canudo feito com uma folha de cheque. Exames devem determinar a causa da morte em duas semanas.