Prejuízo da Sony Pictures após ataque hacker passará de US$ 200 milhões

Empresa está sendo processada por funcionários que tiveram informações vazadas

Redação Publicado em 22/12/2014, às 14h52 - Atualizado às 16h23

A Entrevista
Reprodução

O ataque hacker em suposta retaliação à produção do filme A Entrevista, estrelado por James Franco e Seth Rogen, gerou um prejuízo enorme à Sony Pictures. Estima-se que o valor passará de US$ 200 milhões, de acordo com a agência EFE.

10 estrelas da música que cantaram para ditadores.

O longa sobre o falso assassinato do líder norte-coreano Kim Jong-un, que teve o lançamento cancelado ao redor do mundo, custou por volta de US$ 44 milhões para ser produzido, mas há também o custo da promoção do filme e despesas relacionadas à mudanças em todo o sistema de informação da companhia. E este valor só tende a aumentar, já que a empresa está sendo processada por ex-funcionários que tiveram informações pessoais vazadas.

Paulo Coelho e George R.R. Martin se disponibilizam para exibir A Entrevista.

Além do prejuízo, a Sony terá que lidar com a desvalorização da empresa, provocada pela falta de confiança, principalmente após a declaração de Barack Obama, que desaprovou o cancelamento da distribuição do longa.