Prêmio Netflix: Ventos de Agosto e O Último Cine Drive-in são os vencedores

Os dois filmes brasileiros serão licenciados mundialmente pela Netflix

Redação Publicado em 06/10/2016, às 15h20 - Atualizado às 17h59

Evento de premiação do Prêmio Netflix 2016. Da esquerda para a direita: Jonathan Friedland, Fernando Andrade, Cesar Charlone, Adriana Dutra, Iberê Carvalho, Dandara de Morais, Alice Braga, Thiago Lopes, Vinícius Lossaco, Fabrício Boliveira e Hugo Gloss
Divulgação

Nesta quarta, 5, foram anunciados os dois vencedores do Prêmio Netflix 2016. Ventos de Agosto ganhou por voto popular e O Último Cine Drive-in foi selecionado pelo voto do júri. Ambos os filmes ganharam um contrato de licenciamento de um ano com a Netflix e entrarão para o catálogo global da plataforma.

Ventos de Agosto foi dirigido por Gabriel Mascaro e lançado em 2014. O longa conta a trajetória de Shirley (Dandara de Morais) e Jeison (Geová Manoel dos Santos), um casal de uma cidade litorânea. Os dois têm a vida impactada pela chegada de um estranho pesquisador que vem ao local para registrar o som dos ventos alísios.

Lançado em 2015, O Último Cine Drive-in acompanha Marlombrando (Breno Nina), que reencontra o pai, Almeida (Othon Bastos), depois de muitos anos e o segue na luta para manter vivo o último drive-in do Brasil. O longa-metragem foi dirigido por Iberê Carvalho.

Criado em 2013, o Prêmio Netflix tem a intenção de dar visibilidade a produções independentes e levar filmes brasileiros a uma audiência global. O painel de júris é formado por nomes do cenário cultural brasileiro, como atores, diretores e influenciadores. Em 2013, o vencedor foi Apenas o Fim, longa de Matheus de Souza com Gregório Duvivier.

Assista aos trailers dos dois vencedores: