Presidente do México nega ter se encontrado com Justin Bieber

Cantor disse no Twitter que havia conhecido Enrique Peña Nieto e a família dele

Redação Publicado em 20/11/2013, às 12h06 - Atualizado às 12h29

Justin Bieber
Arthur Mola / AP

A passagem da turnê Believe pela América Latina ainda não terminou, assim como continuam as polêmicas acumuladas nas últimas semanas por Justin Bieber. O cantor, que está atualmente no México, tuitou nesta semana que havia encontrado o presidente do país, mas o encontro foi negado oficialmente.

Febre teen: os 25 momentos mais explosivos de ídolos adolescentes.

“Acabo de encontrar beliebers mexicanas incríveis e o presidente do México e sua família”, escreveu Bieber no Twitter na segunda, 18, quando fez o primeiro de três shows no país. Pouco tempo depois, o Twitter oficial da presidência mexicana negou que Enrique Peña Nieto esteve com o cantor. “A presidência desmente a reunião do titular do executivo EPN com o cantor Justin Bieber.”

Passaram-se algumas horas e Bieber se corrigiu no Twitter: "Correção. Eu encontrei a família do presidente e todos seus amigos no 'meet and greet' com toda a segurança deles. Eles foram muito legais".

Esta não é, contudo, a primeira vez que o nome do presidente mexicano aparece junto ao de astros internacionais. Segundo publicações locais, a sua filha, Paulina Peña Nieto, é grande fã de música pop – no ano passado, foi noticiado que o presidente comprou cinco fileiras de lugares no show feito pelo One Direction no país.

Justin Bieber decepciona fãs ao encerrar show de forma abrupta em São Paulo.

O caso com o presidente mexicano é, de toda forma, apenas mais uma das inúmeras confusões que Bieber causou nos países latino-americanos, por onde passou nas últimas semanas. No Brasil, ele foi autuado por grafitar um muro, protagonizou conflitos com fotógrafos e foi filmado por uma mulher enquanto dormia depois de uma festa na casa que alugou no Rio de Janeiro. Na Argentina, encerrou mais cedo um show em Buenos Aires, alegando intoxicação alimentar, e foi muito criticado após supostamente “varrer” o palco com uma bandeira do país. Por esta última acusação, o cantor se desculpou: “Eu amo a Argentina e tive alguns dos meus melhores shows desta turnê lá”.

A passagem de Bieber pelo México termina nesta quarta, 20, com um terceiro e último show. Ele então terminará os últimos compromissos de 2013 com shows na Nova Zelândia e Austrália.