Preso por abuso sexual, Bill Cosby diz que ‘não sente remorso’

O ex-comediante conversou com a imprensa pela primeira vez desde que foi condenado em setembro de 2018

Redação Publicado em 26/11/2019, às 12h37

None
Bill Cosby (Foto: Matt Slocum/AP)

O ator Bill Cosby conversou com a imprensa pela primeira vez desde que foi indiciado por agressão sexual, em setembro de 2018. Mais de um ano depois, ele ainda se declara inocente das acusaçõese diz que "não se arrepende."

+++ LEIA MAIS: Bill Cosby é condenado por agressões sexuais

Durante uma conversa com o portal BlackPressUSA.com, o comediante de 82 anos declarou: "Eu tenho oito anos e nove meses restantes. Quando pedir liberdade condicional, ninguém vai me ouvir dizer que tenho remorso."

Cosby também acredita que o julgamento foi uma "farsa", pois muitos jurados já o haviam culpado antes que a defesa começasse. " Estava tudo pronto. Essa coisa do júri... Eles eram impostores", disse.

O autoproclamado "pai da América" também revelou ser um "homem privilegiado" na penitenciária de segurança máxima e que passou a ser um frequente orador no programa Mann Up.

+++ LEIA MAIS: Bill Cosby pode perder sua estrela na Calçada da Fama de Hollywood

Bill Cosby foi acusado de abuso sexual por mais de 60 mulheres, até ser condenado a dez anos de prisão por ter drogado e abusado sexualmente de Andrea Constand em 2004.

O ex-comediante admitiu em 2005 que drogou mulheres para fazer sexo com elas e este foi o indício mais convincente que levou um júri da Pensilvânia a considera-lo culpado de agressão sexual.