Produtor de Brooklyn Nine-Nine diz que série não vai ignorar pandemia

A sétima temporada da produção foi lançada em fevereiro deste ano

Redação Publicado em 27/04/2020, às 16h25

None
Brooklyn Nine-Nine (Foto: Divulgação / Fox)

A sétima temporada de Brooklyn Nine-Nine, da NBC, estreou em 6 de abril, e por ter sido gravada antes da pandemia de coronavírus, não conseguiu abordar a doença. No entanto, os roteiristas estão pensando em como tratar a situação na oitava season da sitcom. 

+++LEIA MAIS: Criador de Brooklyn Nine-Nine explica final ‘brusco’ da última temporada

Dan Goor, criador da série, afirmou que os roteiristas trabalham à distância para pensar em um equilíbrio entre o humor da produção e a seriedade da situação. Brooklyn Nine-Nine se passa em Nova York, atualmente uma das cidades mais afetadas pelo coronavírus, com mais de 12 mil mortos.

Em entrevista à Mashable, Goor explicou sobre o processo criativo para a season 8 da série: “Estamos tentando entender como a oitava temporada vai ser e como Nova York vai estar. É um dilema entender [escrever os roteiros] de um jeito que aborde essa pandemia horrível, mas não se arraste nela, porque sabemos que as pessoas gostaram de se desligar com a série”.

+++ LEIA MAIS: Brooklyn Nine-Nine tem episódio em homenagem a Keanu Reeves e John Wick - mas você provavelmente não percebeu

No entanto, segundo o criador da produção, não é possível que a série ignore o coronavírus, pois isso faria o público “parar de se ver refletido nos personagens que passaram pela mesma coisa que eles”.

Apesar da complexidade da situação, Brooklyn Nine-Nine já lidou com assuntos sérios. Em temporadas anteriores, a produção abordou problemas raciais e violência policial, além de abuso sexual no ambiente de trabalho.

+++ LEIA MAIS: As 7 piores atitudes de Jake Peralta em Brooklyn Nine-Nine


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL