Produtor de Pulp Fiction e Django Livre fará filme anti-armas

Harvey Weinstein anunciou guerra contra a Associação Nacional de Rifles norte-americana

Redação Publicado em 16/01/2014, às 17h39 - Atualizado às 18h29

Galeria – Personagens de Tarantino - Jules Winnfield (Samuel L. Jackson)
Reprodução / Vídeo

Apesar de produzir filmes que envolvem muito tiroteio e sangue, o executivo da indústria cinematográfica Harvey Weinstein anunciou nesta quarta-feira, 16, que fará um filme atacando a NRA, a Associação Nacional de Rifles dos Estados Unidos, que protege os direitos dos usuários de armas de fogo.

Galeria: Os dez erros mais ridículos em filmes – veja o de Pulp Fiction

Em uma entrevista no programa de rádio de Howard Stern, Weinstein afirmou que a discussão sobre controle de armas deve ser aprofundada, “Nós vamos encarar esse problema de frente, e eles vão desejar nunca ter nascido quando eu acabar de tratar deles”, disse.

O Melhor Amigo de Django

Quando questionado se é dono de uma arma, o produtor de Pulp Fiction, Django Livre e Gangues de Nova York respondeu que não. “Acho que não precisamos de armas neste país, e eu as odeio, e acho a NRA é um desastre”.

O longa anti-armas, segundo ele, contaria com uma grande produção e um elenco de peso - Meryl Streep participa do projeto. Segundo ele, o trabalho devera afetar os fabricantes de armas.