Produtor realiza campanha para financiar doc sobre Kurt Vonnegut que está sendo feito há 33 anos

Robert Weide (Curb Your Enthusiasm) está oferecendo recompensas valiosas para conseguir lançar o filme até o fim de 2015

KORY GROW Publicado em 15/02/2015, às 14h17

Robert Weide e Kurt Vonnegut
Whyaduck Productions/Divulgação

Desde 1982, Robert Weide tem trabalhado em um documentário sobre o novelista Kurt Vonnegut. Agora, o diretor e produtor vencedor do Emmy – cujo currículo inclui Curb Your Enthusiasm, uma adaptação de Vítima do Passado (de Vonnegut), e documentários sobre W.C. Fields, Lenny Bruce e Woody Allen, entre outros – planeja completá-lo por meio de uma campanha de financiamento coletivo.

Galeria: as 100 primeiras edições publicadas pela Rolling Stone Brasil.

Se conseguir o dinheiro, Weide afirma que Kurt Vonnegut: Unstuck in Time pode ser lançado até o fim deste ano. “O primeiro livro dele que eu li foi Café-da-Manhã dos Campeões [de 1973] e o que me pegou, a princípio, foi o senso de humor”, diz ele em entrevista à Rolling Stone EUA. “É o tipo de escrita que pode fazer você rir e chorar ao mesmo tempo. Ele escreveu sobre a desumanidade dos humanos para os humanos, mas de vez em quando sendo engraçado.”

O produtor teve contato com o autor quando tinha 22 anos de idade, depois de fazer um documentário sobre os Irmãos Marx. Ele trabalhou no filme de Vonnegut durante toda a vida dele e os dois gradativamente se tornaram amigos. Após uma sugestão do especialista em Vonnegut, Jerome Klinkowitz, Weide se incluirá no documentário, que agora está sendo codirigido por Don Argott, como uma forma de mostrar a naturalidade da relação deles.

“Gostamos muito da companhia um do outro”, diz Weide, que compara o documentário ao filme Boyhood, devido ao tempo que ele está sendo feito. “Eventualmente, eu pensava, como vou transmitir isso no formato de um documentário jornalístico e objetivo? Então, eu passei a notar que o filme estava se intrometendo na amizade”. Será trabalho de Argott “cobrir esse elemento chave”, filmando Weide enquanto ele trabalha no documentário e então unindo tudo no filme.

Para chegar aos US$ 250 mil necessários para a produção ser completada, Weide está oferecendo muitos dos próprios tesouros relacionados a Vonnegut como recompensas. “Vasculhei meu armário e sótão e retirei todo tipo de coisa relacionada a Vonnegut que eu achava que poderia me desfazer”, diz ele. “Há muita coisa que ele assinou para mim e uma parte de mim hesita em compartilhar isso, mas outra parte pensa: ‘Eu realmente preciso de cinco desses?’ Vai ser tudo jogado fora quando eu morrer, de todo jeito”.

Vinte "Rockumentários": documentários sobre rock.

Entre as recompensas estão pôsteres e programas de Feliz Aniversário, Wanda June – produção de 2001, cuja direção é de Weide, por escolha do autor à época – assinados. Ele também está oferecendo roteiros e outros itens relacionados à adaptação de Vítima do Passado, que teve atuações de Nick Nolte, Alan Arkin e John Goodman.

Há ainda edições limitadas de impressões de um desenho que a filha de Vonnegut, Nannette, fez do pai. E, entre os objetos não relacionados a Vonnegut que ele está oferecendo, estão um pôster assinado por Woody Allen – do documentário feito por Weide –, pôsteres do doc do Lenny Bruce, imagens e DVDs assinados pelos integrantes principais do elenco de Curb Your Enthusiasm, incluindo Larry David.

Para ajudar a campanha, acesse este link.